domingo, 1 de janeiro de 2017

(0)POSTE-ZERO DE JANEIRO/2017! (arquivo taroucando)

«A IMPRENSA É UM DOS PILARES DA DEMOCRACIA!» (nelson mandela)
Resultado de imagem para imagem de ano novo 2017
Caros Bloguistas!

A pedido de vários "chefes de família" criamos esta rubrica, pra enviarmos os textos trazidos de outros Blogues, Facebook, Jornais, etc, a fim de "arejar" a rubrica dos Diversos!

No fundo vai servir como uma espécie de "arquivo público"!

Aqui os textos "encontrados" nos outros órgãos de CS, serão colocados tal e qual como foram publicado na fonte. Mas depois podem ser transformados em post e, neste caso, poderão sofrer pequenos ajustes, tais como cortes! (de acordo com as regras)

Aquele Abraço!
ProfAnónima

NB: DESTA VEZ, OS PRIMEIROS TEXTOS VÃO SER  ALGUNS QUE JÁ FORAM ENVIADOS PRÓ POSTE-ZERO DE DEZEMBRO MAS QUE NÃO FORAM TRANSFORMAR EM POST E AINDA OUTROS SOBRE O QUE NOS RESERVA 2017!

61 comentários:

  1. NOTA PRÉVIA AOS LEITORES: MUDOU O ANO...

    Como podem ver mudou o Ano mas o TAROUCAndo mantêm o mesmo formato, e assim vai continuar!(se...)

    ProfAnónima

    ResponderEliminar
  2. TRAZIDO DO DIÁRIO DIGITAL-31/12/2016

    MAIS UM PEDIDO COM SABOR A ALERTA DO PAPA FRANCISCO!

    «Papa pede maior inclusão dos jovens para que tenham futuro digno

    Papa pede maior inclusão dos jovens para que tenham futuro digno

    (FOTO)

    inShare

    O papa fez hoje o balanço de 2016 numa cerimónia em que pediu que se incentive uma maior inclusão dos jovens para construir um futuro digno e se abandone a lógica do privilégio a favor da do encontro.

    "Se queremos um futuro que seja digno para eles (os jovens), podemos consegui-lo apostando numa verdadeira inclusão: a que é dada pelo trabalho digno, livre, criativo, participativo e solidário", disse Francisco.

    O papa falava durante a celebração das primeiras vésperas da Solenidade de Maria, uma cerimónia solene que decorreu na basílica de São Pedro e na qual se entoou o "Te Deum" de ação de graças pelo ano que termina.

    Durante a homilia, Francisco assinalou que as sociedades atuais estão "em dívida" para com os jovens e apelou a que se favoreça a sua inclusão.

    Segundo o papa, as sociedades "criaram uma cultura que, por um lado, idolatra a juventude querendo fazê-la eterna", mas ao mesmo tempo condena os jovens "a não terem um espaço de inserção real".

    "Lentamente, temos vindo a marginalizá-los da vida pública, obrigando-os a emigrar ou a mendigar por empregos que não existem ou não lhes permitem projetar-se num amanhã", lamentou.

    "Temos privilegiado a especulação em lugar de empregos dignos e genuínos que lhes permitam ser protagonistas ativos na vida da nossa sociedade. Esperamos e exigimos-lhes que sejam fermento do futuro, mas discriminamo-los e 'condenamo-los' a bater a portas que na sua grande maioria estão fechadas", adiantou.

    Francisco pediu ainda que se rejeite a lógica centrada "no privilégio, nas concessões" e "no amiguismo", defendendo uma "lógica do encontro, da proximidade".

    O papa agradeceu "todos os sinais de generosidade divina" e observou que o tempo que está a chegar "exige iniciativas ousadas e promissoras, bem como a renúncia a protagonismos vazios ou a lutas intermináveis para aparecer".

    Diário Digital com Lusa»

    DAQUI: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=856463

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Transformado no post 1 de Janeiro/2017.

      Eliminar
  3. TRAZIDO DO DIÁRIO DE NOTÍCIAS-29/12/2016

    INFORMAÇÃO: MUDANÇAS NA CARTA DE CONDUÇÃO

    «Carta de condução. O que muda a partir de janeiro

    ARQUIVO/GLOBAL IMAGENS
    PUB

    Morada do condutor será retirada da face da carta e passa a ser usada a que consta na base de dados do cartão do cidadão

    Os condutores vão deixar, já a partir de janeiro, de alterar a carta de condução quando mudam de morada, passando a contar a que está registada no cartão do cidadão, foi hoje anunciado.

    Esta é uma das medidas de alteração à emissão de títulos de condução, projeto intitulado pelo Governo de "carta sobre rodas" e integrado no programa Simplex, hoje apresentadas no Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

    Segundo o IMT, a informação relativa à morada do condutor é retirada da face da carta de condução, passando a constar apenas na base de dados do IMT, sendo aquela que consta do cartão do cidadão.

    Outra das novidades, também a partir de 02 de janeiro, passa pela renovação ou substituição da carta de condução através da internet, permitindo ao condutor um desconto de 10 por cento se realizar este procedimento on-line e não se deslocar a um balcão do IMT.

    A renovação ou substituição do título de condução tem um custo de 30 euros.

    O prazo de validade das cartas de condução vai também aumentar de dez para 15 anos, no caso dos condutores até aos 60 anos, mantendo-se inalterados os prazos para as restantes situações.

    Outra das medidas, mas que só vai entrar em vigor em abril, relaciona-se com os atestados médicos, que vão passar a ser transmitidos eletronicamente pelo Ministério da Saúde ao IMT, permitindo o registo automático da avaliação medica efetuada ao condutor, com eventual registo das restrições.

    O atestado médico passa a ser apenas necessário para a revalidação dos 60 anos e posteriores.

    Para o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, trata-se de uma "transformação radical" e os novos procedimentos vão permitir reduzir os tempos de espera para os atendimentos.

    Como exemplo, referiu que, em 2015, existia um milhão de atendimentos para renovação ou substituição da carta de condução e mudanças de morada.

    Pedro Marques adiantou aos jornalistas que "todos estes atos deixam de ser necessários", como é o caso da alteração de morada, e outros vão passar a ser feitos on-line.

    "As pessoas passam a poder fazer on-line tudo aquilo que faziam presencialmente e várias dessas matérias deixam de ser necessárias, como é caso da morada na carta de condução", disse, avançando que os novos títulos já não têm morada incluída.

    Segundo o ministro, deixa de ser relevante os casos das cartas de condução atuais que têm a morada incluída.

    "Do ponto vista legal essa morada deixa de ter relevância", sustentou.

    "A grande transformação digital do atendimento ocorre a partir de 02 de janeiro, os cidadãos passam a poder utilizar os serviços on-line para renovar a carta de condução. No final do primeiro trimestre, passamos a ter disponível a transmissão eletrónica do atestado médico do Ministério da Saúde diretamente para o IMT", afirmou.

    Sobre os atestados médicos, o governante garantiu que a transparência vai aumentar, passando toda a informação "a estar registada informaticamente".

    "A partir do momento em que a transmissão é eletrónica e em que o papel desaparece todo o controlo e segurança é muito maior porque todos os atos médicos e informação ao IMT passam a estar registados", disse.

    Pedro Marques destacou ainda o esforço que o IMT tem feito para reduzir os tempos de espera para atendimento, bem como os prazos de resposta para a emissão das cartas de condução.

    De acordo com o ministro, os tempos médios de espera para atendimento reduziram-se de cerca de uma hora para cerca de meia hora nos postos sujeitos ao sistema de gestão de filas de espera.»

    DAQUI: http://www.dn.pt/sociedade/interior/condutores-deixam-de-ter-de-alterar-carta-de-conducao-se-mudarem-de-morada-5577380.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Transformado no post 2 de Jan/17.

      Eliminar
  4. TEXTO TRAZIDO DO FACEBOOK DA CÂMARA-EVENTOS:

    «Municipio de Tarouca - Eventos

    Página gostada · 30 de Dezembro de 2016 · Editado ·

    XXXVII Encontro de Cantadores de Janeiras em Salzedas

    Mosteiro Cisterciense de Santa Maria de Salzedas acolhe evento de âmbito regional

    A tradição manda que nos primeiros dias de janeiro se cantem as Janeiras, anunciando o nascimento de Jesus e desejando um feliz ano novo. Assim, cantadores de vários distritos do norte e centro de Portugal irão juntar-se no próximo dia 7 de janeiro em Salzedas para, em conjunto, proporcionarem um grande momento cultural.
    O majestoso Mosteiro Cisterciense de Santa Maria de Salzedas será palco deste XXXVII Encontro de Cantadores de Janeiras, que contará com as atuações do Rancho Folclórico "Os Pastores de S.Romão" - Seia, Grupo Folclórico Casa do Povo Santa Cruz do Bispo - Matosinhos, Grupo Cultural "Os Medroenses" - Santa Marta de Penaguião e Grupo de Cantares de Janeiras de Salzedas - Tarouca.
    O programa inicia pelas 17h00, com visita ao Mosteiro e Núcleo Museológico, seguido do Cantar das Janeiras nos povos da freguesia e, pelas 21h00, no Mosteiro de Santa Maria de Salzedas, terá lugar o XXXVII Encontro de Cantadores de Janeiras.»


    (COLOCADO NOS COMENTÁRIOS DO POST 3)

    ResponderEliminar
  5. TRAZIDO DO NOTÍCIAS AO MINUTO

    FINANÇAS: PAGAMENTO DO SUBSÍDIO DE FÉRIAS

    «Se não quer subsídios em duodécimos, avise o seu patrão até sexta-feira
    O regime extraordinário de pagamento dos subsídios de Natal e férias vai manter-se pelo quinto ano consecutivo, mas a escolha volta a estar do lado dos trabalhadores. Aproveite para mudar a sua situação caso pretenda fazê-lo ainda este ano.

    (FOTO)

    © Reuters
    ECONOMIA ORÇAMENTO
    11:03 - 02/01/17
    POR BRUNO MOURÃO
    Bruno Mourão
    PARTILHAR

    A alteração na lei do pagamento dos subsídios para suavizar o impacto do "enorme aumento de impostos" anunciado por Vítor Gaspar mantém-se em 2017. A redação do texto da lei do Orçamento do Estado é clara e não deixa margem para dúvidas: tanto o subsídio de Natal como o de férias serão pagos pela metade nas datas normais, com os restantes 50% a serem divididos em regime de duodécimos.

    PUB

    Há, no entanto, uma adição à lei que permite finalmente aos trabalhadores terem escolha quanto à forma de pagamento.

    Segundo uma cláusula prevista no artigo 274.º da lei do Orçamento, "o regime previsto no presente artigo pode ser afastado por manifestação de vontade expressa do trabalhador, a exercer no prazo de cinco dias a contar da entrada em vigor da presente lei", ou seja, através de uma comunicação da própria vontade, os trabalhadores do setor privado português podem exigir a adesão ao regime normal da empresa.

    Nestes casos, aplicam-se "as cláusulas de instrumento de regulamentação coletiva de trabalho e de contrato de trabalho que disponham em sentido diferente ou, na sua ausência, o previsto no Código do Trabalho", que na esmagadora maioria dos casos implica o pagamento dos subsídios por inteiro.

    Tendo em conta que a lei do Orçamento entra em vigor no dia 1, o prazo de cinco dias acabaria normalmente na próxima quinta-feira, mas o Código Civil define que o feriado de passagem de ano não conte para o prazo. Por isso, a próxima sexta-feira, dia 6 de janeiro, será a data limite para avisar o seu patrão caso queira receber o subsídio de férias e Natal de 2017 por inteiro.»

    DAQUI: https://www.noticiasaominuto.com/economia/714384/se-nao-quer-subsidios-em-duodecimos-avise-o-seu-patrao-ate-sexta-feira?&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer&utm_content=geral

    ResponderEliminar
  6. TRAZIDO DO PÚBLICO-3/1/2017

    (DES)EMPREGO: MONTANTES DOS SUBSÍDIOS EM VIGOR!(durante 2017)

    «Valor máximo do subsídio de desemprego sobe para 1053 euros
    Subida deve-se à actualização do indexante de apoios sociais. Valor mínimo passa a ser de 421,32 euros.

    RAQUEL MARTINS 3 de Janeiro de 2017, 16:26 actualizada às 18:56

    (FOTO)

    Subsídio de desemprego é actualizado em linha com o IAS ADRIANO MIRANDA
    PUB

    Os limites mínimo e máximo do subsídio de desemprego vão ser actualizados já em Janeiro, por causa da subida do Indexante de Apoios Sociais (IAS). O valor mínimo do subsídio passa de 419,22 para 421,32 euros (valor equivalente a um IAS), enquanto o subsídio máximo sobe de 1048,05 para 1053,3 euros (2,5 IAS).

    PUB

    Depois de ter estado congelado nos últimos sete anos, em Janeiro de 2017 o IAS aumenta 0,5% (de 419,22 para 421,32 euros), uma subida que se reflecte no valor e nas condições de atribuição de vários apoios e prestações sociais. O subsídio de desemprego é uma delas.

    Provedor de Justiça quer limites à redução do subsídio de desemprego
    Provedor de Justiça quer limites à redução do subsídio de desemprego
    O valor mínimo do subsídio aumenta 2,1 euros, enquanto o valor máximo tem uma subida de 5,25 euros. Porém, os desempregados só recebem o valor máximo nos primeiros seis meses de subsídio, dado que, passado esse tempo, a lei determina um corte de 10% no valor da prestação.

    A atribuição do subsídio social de desemprego também depende do IAS, assim como o seu valor mensal. Têm direito à prestação os desempregados que não reúnem as condições para receber o subsídio de desemprego ou que esgotaram o período de atribuição, desde que o rendimento do agregado familiar, por pessoa, seja inferior a 80% do IAS. Ou seja, com a actualização do indexante, este limite sobe de 335,4 para 337,1 euros.

    Por outro lado, o valor da prestação também é alterado: quem vive sozinho passa a receber 337,1 euros (80% do IAS) e quem está integrado num agregado familiar recebe 421,32 euros (o valor correspondente a um IAS).

    De acordo com os dados mais recentes, 225.503 pessoas recebiam prestações de desemprego em Novembro do ano passado e o valor médio do subsídio era de 450,46 euros mensais.

    Além das prestações de desemprego, são afectadas pela actualização do IAS os escalões de rendimentos que são tidos em conta para calcular quem tem direito a abono de família ou a isenção de taxas moderadoras, assim como os escalões de actualização das pensões.

    Actualização do RSI abrange quem já está a receber
    O Rendimento Social de Inserção (RSI) está também ligado ao IAS, tendo o Governo decidido que o seu valor passa a corresponder a 43,634% do valor do indexante.

    O melhor do Público no email
    Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.
    Subscrever×
    De acordo com uma portaria publicada nesta terça-feira, o valor de referência do RSI passa a ser de 183,84 euros durante o corrente ano (mais 2,85 euros do que no ano passado), repondo-se assim 25% do corte que tinha sido efectuado nesta prestação em 2012. No Esta medida, somada à actualização feita em 2016, permite recuperar metade da redução feita durante o período da troika, “prosseguindo a política de aumento dos rendimentos das famílias em situação de pobreza”.

    A portaria contém uma norma transitória que aplica o novo valor de referência às prestações em pagamento e aos requerimentos que estão à espera de decisão. Na prática, as prestações serão recalculadas com base no valor agora actualizado.

    O valor de referência do Complemento Solidário para Idosos (CSI) também é aumentado (0,5%) fixando-se em 5084,30 euros por ano e 423,69 euros por mês. Em 2016, o valor situava-se nos 5059,00 anuais, ou seja 421,58 euros por mês.» (In Público)

    DAQUI: https://www.publico.pt/2017/01/03/economia/noticia/valor-maximo-do-subsidio-de-desemprego-sobe-para-1053-euros-1756951

    ResponderEliminar
  7. TRAZIDO DO SITE DA TSF-4/1/2017

    A PALAVRA (OFICIAL) DO ANO/2016

    «PALAVRA DO ANO

    "Geringonça" é a Palavra do Ano
    04 DE JANEIRO DE 2017 - 10:35
    Mais de 25 mil pessoas votaram na eleição da Palavra do Ano e "geringonça" foi eleita com 35 por cento dos votos. "Campeão" (29%) e "brexit" (8%) completam o pódio.

    (FOTO)


    PARTILHAR
    MAIS

    Cultura
    Porto Editora
    Geringonça
    "Brexit", "campeão", "empoderamento", "geringonça", "Humanista", "microcefalia", "parentalidade", "presidente", "turismo" e "racismo" eram as palavras sujeitas a votação, que decorreu de 1 a 31 de dezembro em www.palavradoano.pt.

    Durante o mês de dezembro, as palavras "geringonça" e "campeão" foram sempre liderando as intenções de voto.

    Esta é a oitava edição da Palavra do Ano, em Portugal. Nos outros anos foram escolhidas "esmiuçar" (2009), "vuvuzela" (2010), "austeridade" (2011), "entroikado" (2012), "bombeiro" (2013), "corrupção" (2014) e "refugiado" (2015).

    Pela primeira vez, a votação decorreu também em Angola e Moçambique. Os resultados vão ser conhecidos em meados de janeiro. PARTILHAR»

    DAQUI:
    http://www.tsf.pt/cultura/interior/geringonca-e-a-palavra-do-ano-5585112.html?utm_campaign=Echobox&utm_content=TSF&utm_medium=S

    ResponderEliminar
  8. TRAZIDO DO SITE DA TSF-4/1/2017

    COMO VÃO SER PAGOS OS SUBSÍDIOS DE NATAL E DE FÉRIAS AOS REFORMADOS E APOSENTADOS?!

    Informe-se aqui:

    http://www.tsf.pt/economia/interior/apre-alteracao-no-pagamento-das-pensoes-vai-apanhar-muitas-pessoas-de-surpresa-5585941.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «ASSOCIAÇÃO DE PENSIONISTAS E REFORMADOS

      APRe!: Alteração no pagamento das pensões vai apanhar muitas pessoas de surpresa

      04 DE JANEIRO DE 2017 - 15:51

      O pagamento do subsídio de Natal dos pensionistas será pago 50% em duodécimos e os restantes 50% no final do ano.

      (FOTO)

      Maria do Rosário Gama diz que a medida vai ser uma surpresa para muitos
      A Associação de Pensionistas e Reformados (APRe!) sublinha que a alteração no pagamento das pensões vai apanhar de surpresa muitas pessoas. A presidente Maria do Rosário Gama reconhece que a alteração no pagamento do subsídio de Natal pode causar transtornos a vários pensionistas que não estão devidamente informados.

      A Associação fez um inquérito e muitas pessoas preferiam receber em duodécimos devido aos compromissos assumidos
      Maria do Rosário Gama explica que a APRe! ainda tentou contornar esta questão junto do ministro Vieira da Silva, mas não foi possível manter o pagamento total do subsídio de Natal em duodécimos.»

      Eliminar
  9. INFORMAÇÃO ADICIONAL: QUANTO "PERDE" POR MÊS E "GANHA" NO FINAL DO ANO? DEPENDE DA REFORMA

    VER AQUI:

    https://www.publico.pt/2017/01/05/economia/noticia/mudanca-nos-duodecimos-reduz-ate-27-euros-pensoes-mensais-175

    ResponderEliminar
  10. LETRA DE UM FADO DO CARLOS DO CARMO--VIM PARA O FADO E FIQUEI...

    «Vim Para O Fado

    Carlos do Carmo

    exibições
    870

    Vim para o fado e fiquei...
    Sou corda de uma guitarra
    A que mais geme e soluça
    E em vez de vestir samarra
    Uso a sombra de uma capa
    Que me tapa e me destapa
    Se o meu corpo se debruça

    Se quizeres saber de mim
    Onde me perco encontrado
    Pergunta aos guardas da noite
    Pergunta às portas fechadas
    Pergunta às mulheres compradas
    Pelo fantasma do fado
    E aos fadistas também
    Porque todos me conhecem
    Mas se vires que me entristecem
    Nào digas à minha màe
    Jà tenho novos amigos
    Que me oferecem de beber
    Mas ninguém mata esta sêde
    Esta sêde de esquecer.

    Vim para o fado e aqui
    Em cada noite perdida
    Mais fado hà na minha vida
    E mais me lembro de ti
    Do amor que nào te dei
    Vim para o fado e fiquei !»

    Ver mais aqui: https://www.letras.mus.br/carlos-do-carmo/vim-para-o-fado/

    ResponderEliminar
  11. TRAZIDO DO SITE DA REVISTA VISÃO-5/1/2017

    NETES: ???

    «Guia básico para identificar notícias falsas

    SOCIEDADE 05.01.2017 às 10h42
    5 Comments
    Google+
    Linkedin
    Pinterest

    http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2017-01-05-Guia-basico-para-identificar-noticias-falsas

    A VISÃO desta semana aborda o fenómeno crescente das notícias falsas e aqui explicamos como pode defender-se e detetar as mentiras

    Rui Antunes
    RUI ANTUNES
    Jornalista
    A VISÃO desta semana aborda o tema das notícias falsas e como é possível criar réplicas de meios de comunicação firmados e difundir títulos disfarçados de notícias, via redes sociais, para assim disparar os cliques e os lucros.

    DETETOR DE MENTIRAS
    1 - Confirmar endereço URL como fonte fidedigna

    2- Verificar se o tema em causa está a ser abordado por algum media de referência

    3 - Identificar e validar as fontes de informação no artigo

    4 - Ler mais do que um artigo sobre o tema que despertou o seu interesse

    5 - Um bom exercício pode ser perguntar-se: qual a probabilidade do que acabei de ler ser verdade?

    6 - Procurar a secção Sobre 
(ou About) e pesquisar no Google para confirmar se alguma fonte credível já escreveu sobre essas pessoas

    7 - Observar as fotografias para detetar manipulações descaradas

    CONHEÇA O FENÓMENO CRESCENTE DAS NOTÍCIAS FALSAS NA VISÃO DESTA SEMANA, ESTA QUINTA FEIRA NAS BANCAS

    DISPONÍVEL TAMBÉM:
    iPad
    Edição digital»

    ResponderEliminar
  12. TRAZIDO DA REVISTA VISÃO--4/1/2017

    NETES

    «9 ilegalidades que provavelmente anda a cometer na Internet

    SOCIEDADE 04.01.2017 às 10h34
    4 Comments
    Google+
    Linkedin
    Pinterest

    http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2017-01-04-9-ilegalidades-que-provavelmente-anda-a-cometer-na-Internet

    © Robert Galbraith / Reuters
    Os downloads, os streamings, os perfis falsos... Muitas das possibilidades que a Internet oferece, embora frequentes a nível global, são, na verdade, ilegais

    É verdade que a Internet é um mundo de possibilidades quase ilimitadas e acessíveis a todos e onde nem sempre é fácil conter certas ilegalidades. O site Mashable fez uma compilação de coisas fora da lei que a internet permite e que provavalmente já fez.

    1. O DESBLOQUEIO DO SEU TELEMÓVEL
    Tanto o desbloqueio da cloud como o desbloqueio a outras redes é ilegal

    2. FAZER GIF E MEMES
    Esta é talvez das mais práticas mais comuns entre os internautas. Mas isso não a torna legal. Tantos os GIF como os memes e tudo o que seja material com direitos reservados requer uma autorização por parte da origem e dos autores dos conteúdos. A alteração manifesta de conteúdos reservados, para efeitos de crítica social é, no entanto, considerada legal.

    3. O DOWNLOAD E USO DE DOCUMENTOS SEM PERMISSÃO
    Quantas vezes já foi ao google imagens, selecionou uma e clicou "guardar imagem como" para depois a partilhar ou imprimir, por exemplo? Provavelmente tantas que seria inútil contar. Quantas vezes o fez de forma legal? A menos que tenha por hábito pedir autorização aos autores das imagens, provavelmente nunca.

    O download e distribuição de imagens são ilegais, a menos que acompanhados da autorização dos autores ou que se trate de material com licença de uso.

    4. USAR REDES VPN E OUTROS MECANISMOS PARA VER CONTEUDOS QUE ESTÃO FORA DA SUA ZONA DE ACESSO
    Uma das formas de aceder a conteúdos cuja distribuição não abrange o nosso país é utilizando uma rede virtual privada (VPN).

    Elas não são, por si só, ilegais, mas se as usar para se fazer passar, por exemplo, por um cidadão americano para aceder a determinados conteúdos só disponíveis nos EUA, passam a ser.

    5. A PARTILHA DE PASSWORDS DE SUBSCRIÇÕES
    Seja qual for o media, desde que seja pago, uma subscrição corresponde a uma pessoa apenas. A partilha de passwords, muito comum entre os utilizadores da Netflix ou da HBO (mais de um terço dos utilizadores) , não está prevista, embora seja, segundo os estudos sobre o fenómeno, uma boa forma de trazer utilizadores para estas plataformas.

    6. PERFIS DE OUTROS NO TWITTER
    Segundo os termos e condições do Twitter, os utilizadores não estão autorizados a ter perfis de outras pessoas que não elas próprias. Ou seja, a menos que perfil esteja explicitamente identificado como “falso” é considerado ilegal.

    7. CONTAS DE FACEBOOK DE MENORES ANTES DOS 13
    São muitos os casos de jovens com menos de 13 anos (a idade mínima para se ter Facebook) que escondem a sua idade criando perfis com datas de nascimento falsas. Embora seja uma prática corrente, vai contra as regras de acesso previstas pelo Facebook.

    8. ALGUNS SITES DE STREAMING
    No caso do futebol é mais ou menos evidente que se um jogo está a dar em direto num canal fechado como a Sport TV ou as televisões dos clubes, seja qual for o site, que permita ver o jogo sem pagar uma subscrição é ilegal. No caso dos filmes e séries o streaming não é sempre legal mas existem sites que o fazem de forma legal.

    9. FAZER O DOWNLOAD DE CONTEÚDOS DO YOUTUBE
    Quer sejam conteúdos em versão áudio ou em vídeo, quer sejam gatinhos engraçados ou um último single da sua banda favorita a regra é a mesma: se o autor do vídeo não autorizar o download não é permitido.

    No entanto, a verdade é que o próprio Youtube não consegue controlar nem todas as partilhas nem todos os downloads.
    PALAVRAS-CHAVE»

    ResponderEliminar
  13. TRAZIDO DA REVISTA DELAS-3/1/2017

    EDUCAÇÃO:???

    «Saiba como motivar os seus filhos para o estudo

    03/01/2017

    crianca-estudar

    É tempo de avaliar os resultados do primeiro trimestre escolar e perceber se há arestas a limar no que toca ao estudo. O seu filho sente-se motivado, ou nota nele pouco interesse pela escola? É proativo e responsável, ou tem de o lembrar constantemente que na semana seguinte terá dois testes? Como deve proceder para lhe dar aquele “empurrãozinho” para melhorar as notas?

    Ana Manta, psicóloga, mãe de três filhos e autora dos livros ‘Motivar os filhos para o estudo’ e ‘Filho, presta atenção!’, da editora Clube do Autor, beneficiou da sua própria experiência enquanto mãe e educadora para ajudar outros pais a lidar com as complicações diárias que o estudo (ou a falta dele) trazem à rotina familiar. Segundo a especialista, a chave está em saber cativar a atenção e a curiosidade da criança consoante a sua idade, tornando divertida a aprendizagem.

    “Ao longo do percurso escolar a criança vai mudando de interesses e de gostos. Para uma criança no primeiro ciclo uma boa forma de motivar é através de jogos e desafios, por exemplo, trabalhando conceitos de gramática através de sopa de letras (use dois pacotes de massa sopa de letras, uma caixa de plástico e vários cartões com conceitos gramaticais). Os pais devem mostrar sempre aos filhos que a escola é uma coisa boa, que pode ser divertido. Estabelecer rotinas é fundamental para a adaptação, para uma criança desta idade se sentir segura e tranquila deve saber o que se vai passar a seguir.”
    No que diz respeito aos mais velhos, podem ser propostos outro tipo de desafios mais exigentes. “No livro ‘Filho, presta atenção!’ existe um capítulo destinado a filhos adolescentes. Mas o mais importante para motivar os filhos em qualquer idade é confiar neles e transmitir-lhes essa confiança.”

    Leia também:
    14 livros infantis que trouxeram magia a 2016
    E se a cesariana estiver a alterar a nossa espécie
    Presentes diferentes para crianças inteligentes

    Para a psicóloga, o apoio e incentivo dos pais é essencial para o sucesso escolar, mas há que saber traçar a linha entre o apoio e interesse natural pelo percurso escolar da pressão para os bons resultados que alguns pais, consciente ou inconscientemente, transmitem aos filhos e que, segundo Ana, é contraproducente.

    “A criança consegue distinguir bem as coisas: uma coisa é o interesse, que é normal e saudável; outra é a pressão pelos resultados. Nenhum tipo de pressão é positivo e nenhuma criança consegue ter bons resultados neste tipo de ambiente.”
    Rita Sousa, mãe de Lourenço, 7 anos, e de Pedro, 12 anos, reconhece que por vezes se excede na sua tentativa de motivar os filhos para os bons resultados. “Tento acompanhar ambos com afinco, mais o Pedro do que o Lourenço, claro, que ainda está no início. E sei que por vezes exagero na forma como exijo deles sempre mais e melhor. O meu objetivo é o mais nobre, tentar que aprendam que tudo se consegue com trabalho, uma lição para a vida, mas por vezes penso se não os estarei a pressionar demasiado.”

    Palavras mágicas

    Motivar uma criança ou adolescente pode ser tão simples quanto proferir uma única palavra ou frase. Ana Manta refere que “Deve dizer-se sempre, todos os dias, que os amamos e que o que mais queremos é que sejam felizes. O incentivo tem de ser natural, qualquer criança aprende muito melhor e tem melhores resultados se se sentir segura e amada.” Rita Sousa é exemplo disto, e garante que não se esquece de lembrar aos filhos constantemente que os adora, quer tenham boas ou más notas. Quando as avaliações superam as expetativas, Rita prefere recompensar o sucesso com saídas em família ou outro tipo de atividades divertidas, em vez de bens materiais.

    (CONT:)

    ResponderEliminar
  14. (CONT.)

    “A minha mãe dava-me sempre um bom presente no final de cada ano letivo, se as notas estivessem acima da média, o que sempre aconteceu. Eu posso até dar uma lembrança a cada um, mas nunca a associo ao final do ano nem às boas notas.”
    Ana Manta corrobora: “Devemos incentivar sim, com elogios e com pequenos gestos diários, nunca com presentes materiais. A criança não deve sentir que é «paga» para ter boas notas. Uma boa forma de recompensar é ler os testes com eles, perceber o que correu bem, o que correu menos bem. Reconhecer com pequenos privilégios, uma sobremesa especial, uma palavra de apreço, um recadinho na lancheira, enfim, com mimo…”, explica a especialista.

    TPCs, sim ou não?

    Habitualmente, o momento mais conflituoso do dia em muitas casas acaba por ser a realização dos TPCs, que muitos professores optam por enviar apenas à sexta-feira. Muitos pais insurgem-se atualmente contra estes exercícios, alegando que são desnecessários e diminuem ainda mais o tempo de qualidade em família, mas Ana Manta acredita que os TPC não têm de ser o “bicho-papão”.

    “Os TPC, com conta peso e medida, são benéficos, fomentam a responsabilidade e são uma forma de os pais terem conhecimento do que os filhos estão a aprender na escola. O ideal é que os TPC não ultrapassem os 30 minutos por dia. Penso que os pais devem incitar a realização dos mesmos, já que deve haver sintonia entre a escola e a família.”
    Rita Sousa considera que em alguns casos os TPC podem sim ajudar a consolidar matéria, mas tem noção de que os filhos passam já grande parte do seu dia nas instalações escolares, o que torna preciosos todos os minutos em casa. “Sim, por vezes preferia que não trouxessem TPCs, já que a sobrecarga horária é uma realidade. Tento desdramatizar e não lhes dar a entender que não valorizo os TPC, para lhes incutir esse sentido de dever, e normalmente o que acontece é que acabo por ajudá-los, para que os terminem mais depressa e possamos fazer outra coisa agradável a seguir, o que também os motiva. A verdade é que também eu fazia os meus trabalhos de casa responsavelmente, e acredito que assim seja o correto.” Ana Manta assegura que deve existir um tempo estipulado para o estudo diário em casa, nada de muito rígido, mas regular, sem nunca esquecer a importância da brincadeira. “Meia hora por dia é o suficiente para mostrar aos pais o que se aprendeu, mas claro que a partir do segundo ciclo esse tempo deve aumentar. No entanto, nunca devemos esquecer que as crianças precisam de brincar e que a brincar se aprende muita coisa.” A psicóloga aconselha também atividades extracurriculares divertidas que façam a criança feliz e que a ajudem a descontrair. “A música é das atividades que mais ajudam na concentração. A dança também ajuda a trabalhar o ritmo e a concentração, mas cada família saberá escolher tendo sempre em conta a personalidade dos filhos.”

    (CONT:)

    ResponderEliminar
  15. (CONT.)

    Desdramatizar os maus resultados

    Rita Sousa considera-se felizarda por ter dois filhos que, até agora, têm demonstrado interesse pela escola e alcançam bons resultados. No entanto, sabe que se assim não fosse, não deixaria de lhes prestar todo o seu apoio do mesmo modo, para que não se sentissem “sozinhos”. “Acho que é fundamental que eles percebam que uma má nota não compromete o valor do esforço, que o essencial é não baixar os braços, e que eu estarei lá para os ajudar a superar esse percalço, no dia em que acontecer.” Ana Manta reforça que “Nenhuma criança gosta de ter maus resultados, e é quando os tem que mais precisa de um pouco de colo, de um abraço forte… Se sentirmos que o seu esforço não foi suficiente, aí é importante refletir em conjunto sobre o que falhou para que na próxima vez possa correr melhor. O mais importante é a criança sentir que não está só no caminho, tem o apoio dos seus pais.”

    E porque é que há crianças que naturalmente têm inclinação para o estudo, e outras que fogem dos livros como o diabo da cruz? A especialista explica: “Cada criança é única, para além do seu património genético e da educação, tem algo que é só seu: o seu temperamento. Cada uma delas tem a sua forma de se relacionar com o estudo, no entanto, o nosso dever como adultos e responsáveis pela sua educação é incentivar, levá-los a perceber que a escola é uma coisa boa e que é o sítio certo para aprender e descobrir coisas novas.”»

    DAQUI: http://www.delas.pt/saiba-como-motivar-o-seu-filho-para-o-estudo/

    ResponderEliminar
  16. TRAZIDO DO ECO ONLINE-5/1/2017

    MÉDIA: ???

    «Kim Kardashian e Maria Leal: o triunfo de uma sociedade doente

    Rui Calafate
    5 Janeiro 2017
    4042
    1
    A sociedade moderna está doente, porque constrói bonecos para rapidamente os destruir, pontapear e esmagá-los sem piedade.

    em ler apenas o título vai pensar que eu estou a tornar-me um “colaboracionista” com a mediocridade, pois ao citar estes nomes estou a promovê-los. Se calhar é o pecado deste meu artigo, assumo, “mea culpa”, mas quem é racional tem de alertar para o folclore em torno destas criaturas e para o vazio das sociedades contemporâneas.

    Na semana passada, o “El País” escrevia que a marca Kim Kardashian «caía a pique». Até 2016 ocupava o 42º lugar das celebridades mais bem pagas, liderava o ranking das estrelas de “reality shows” com 49 milhões de euros, cobrava 286 mil por post e 478 mil por presenças em festas. Isto porquê? Porque é uma celebridade promovida pelas redes sociais, uma profissional de “selfies” que saltou para a televisão e que casou com outra estrela, Kanye West. Tem algum talento? Não.

    Por cá, mais modesta, uma senhora de nome Maria Leal tornou-se em 2016 uma “celebridade” porque apareceu num programa matinal a cantar e a dançar mal. As redes sociais partilharam as imagens, fizeram-na motivo de chacota nacional, mas com isso ganhou presenças e algum dinheiro, virou notícia de jornal e a sua alcova também se tornou de domínio público. Tem algum talento? Não.

    Sobre a monumental trilogia dos sentimentos (“A Aventura”, “A Noite” e “O Eclipse), o seu genial criador, Michelangelo Antonioni, dizia que procurava «vestígios de sentimentos». Porque o mestre italiano antevia a sua desaparição nas sociedades frias e sem alma do presente e do futuro. O problema é que os maus instintos, o “voyeurismo”, o deplorável gozo em achincalhar o ridículo se sobrepôs à cultura, ao respeito pelo talento.

    Assistimos, inexoravelmente, à morte dos sentimentos. Como em “O Eclipse”, quando um corretor da Bolsa morre e se guarda um minuto de silêncio, mas que um segundo depois a azáfama volta e já ninguém se lembra que o homem existiu. A sociedade moderna está doente, porque constrói bonecos para rapidamente os destruir, pontapear e esmagá-los sem piedade. Só espera que algum imperador lhes pergunte se os salvam ou não como nos circos romanos.

    Uma sociedade doente que venera inúteis, entroniza analfabetos funcionais, lhes pede autógrafos, dá contratos e paga “cachets”. Kim Kardashian e Maria Leal são apenas dois rostos, mas há tantos mais que o universo mediático promove sem qualquer retorno útil para a comunidade. Tanto talento que existe e as pessoas não conhecem. Quantos, por exemplo, já viram um filme de Antonioni, quem já viu Alain Delon e Monica Vitti, soberbos, em “O Eclipse”? Pois não viram, mas sabem quem é a Kardashian e a Leal, e isso é que é pena.

    George Bernard Shaw dizia que «há duas tragédias na vida. A primeira é não obter o que o seu coração mais deseja. A segunda é obter». As duas citadas conseguiram os seus 15 minutos de fama. E há quem as elogie porque tiveram a esperteza de ganhar com isso. Conquistaram-no pelo vazio, pelo bizarro, pelo grotesco. A sociedade bate-lhes palmas, ri delas, vilipendia em seguida. A sociedade está entretida. Que doente está a sociedade.

    Nota: Por decisão pessoal, o autor não escreve de acordo com o novo acordo ortográfico.

    Imagem de Rui Calafate
    Rui Calafate
    Colunista»

    DAQUI: https://eco.pt/opiniao/kim-kardashian-e-maria-leal-o-triunfo-de-uma-sociedade-doente/

    ResponderEliminar
  17. TRAZIDO DO PÚBLICO-8/1/2016

    A ÚLTIMA HOMENAGEM A MÁRIO SOARES (1º dia)

    «REPORTAGEM

    “Coragem, democracia, liberdade. Obrigado por tudo”

    Milhares de pessoas passaram neste domingo pela sede socialista no lisboeta Largo do Rato. “Obrigado” voltou a ser a palavra mais ouvida no primeiro dia de homenagem a Mário Soares.

    LUCIANO ALVAREZ 8 de Janeiro de 2017, 21:08

    (FOTO)

    m no Largo do Rato RUI GAUDÊNCIO

    “Obrigado”. A palavra repete-se vezes sem conta desde que foi conhecida, no sábado, a morte de Mário Soares, aos 92 anos. Foi dita vezes sem conta por comentadores e cidadãos anónimos. Por amigos e adversários políticos. A câmara de Lisboa espalhou dezenas de cartazes pela cidade com uma fotografia do líder histórico do PS e com uma palavra em destaque: “Obrigado”. No livro de condolências colocado na sede do PS, no alfacinha Largo do Rato, o agradecimento aparece dezenas de vezes, segundo relataram ao PÚBLICO. Junto à casa onde Soares viveu, no Campo Grande e a poucos metros da porta do colégio que é propriedade da família, foram deixadas flores. Principalmente rosas, um dos símbolos do PS, e cravos, a flor da revolução. Num vaso com uma planta foi também deixada uma mensagem escrita: “Coragem, democracia, liberdade. Obrigado por tudo.”

    PUB

    A sede nacional do Partido Socialista, em Lisboa, foi neste domingo o ponto central para recordar o fundador do partido, antigo Presidente, primeiro-ministro e “tudo mais o que ele foi”, como dizia uma mulher no exterior. As paredes da sede foram decoradas com duas enormes fotografias de Soares, uma delas ao lado da sua companheira de sempre, Maria Barroso, e noutra ao lado de Salgado Zenha, um amigo que acabou adversário. Um enorme ecrã ia passando imagens da história de Soares, do PS e de Portugal. No interior há mais fotografias do antigo líder. Em quase todas sorri. E gente, muita gente, milhares de pessoas, no interior e no exterior do palácio, que esperavam pela sua vez para assinar os livros de condolências, colocados em mesas decoradas com rosas, velas e mais fotografias de Soares. Ao lado das mesas, uma bandeira de Portugal, outra da União Europeia e uma outra do PS. As mesas com os livros de condolências começaram por ser duas, mas, a meio da tarde, tiveram de passar a sete, tantas eram as pessoas que queriam deixar uma última palavra àquele que muitos apelidam de “pai da democracia portuguesa”.

    (CONT.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (CONT.)

      As filas estenderam-se de forma quase permanente, ao longo do dia, do topo das escadarias da sede do PS até à esquina entre o Largo do Rato e a Rua das Amoreiras. Socialistas de longa data, membros do Governo, como o ministro das Finanças, Mário Centeno, deputados, eurodeputados, autarcas, com destaque para o da capital, Fernando Medina. Mas, acima de tudo, cidadãos anónimos, militantes do PS ou não, jovens adolescentes a gente de idade avançada, que queriam dizer “obrigado” a Soares pela última vez.

      “Não sou socialista, mas tinha de vir aqui. É uma obrigação. Devo este meu último obrigado a Mário Soares”, dizia Júlio Valente, que veio de Santarém para assinar o livro de condolências.

      Pelo Rato também passou Manuel Jerónimo, conhecido pelos socialistas mais velhos como Manel 25, hoje com 87 anos. Foi o primeiro segurança de Soares, ainda antes do 25 de Abril (1969). Esteve com ele 20 anos. “Era o seu homem de confiança, especialmente antes do 25 de Abril, quando as coisas eram mais complicadas. Portugal perdeu ontem um homem extraordinário. Um vulto mundial e um pensador único. Um amigo”, diz Jerónimo, lembrando o beliche que partilhou “muitas vezes” com Soares na casa do Campo Grande, antes da revolução, ou o mês que passou com o líder do PS “a dormir” na sede do Rato, em 1975, por haver suspeitas “de uma possível invasão dos homens do MRPP”.

      Enquanto Manuel Jerónimo falava ao PÚBLICO, no ecrã gigante do Largo do Rato passavam imagens de Soares na Alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, em 1974, naquele que muitos chamam “o primeiro 1.º de Maio: “A partir de agora o produto do trabalho é para aqueles que trabalham e não para os parasitas.”

      Já ao fim da tarde, o socialista Jorge Coelho assinalava o facto de a maior parte dos milhares de pessoas que por ali passaram serem cidadãos anónimos, “gente do povo”, referindo que se Soares pudesse ter assistido a esta homenagem “ficaria muito contente” por “mais uma vez ver o povo ao seu lado”.

      Pela sede socialista passaram também várias delegações de partidos políticos, sempre recebidas pela secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes. A primeira foi do PSD, chefiada por Passos Coelho, acompanhado pelo secretário-geral do partido Matos Rosa.

      Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, e os dirigentes do BE Marisa Matias e Luís Fazenda marcaram presença em nome do movimento. Uma comitiva do PCP, composta pelo líder parlamentar, João Oliveira, pelo vice-presidente da bancada comunista António Filipe e pelo membro do secretariado nacional do Comité Central José Capucho, também prestou a sua homenagem, entrando e saindo em passo apressado.

      O melhor do Público no email
      Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.
      Subscrever×
      A sede deveria ter fechado às 19h, mas às 20h ainda se mantinha aberta, por haver muita gente que não tinha assinado os livros de condolências. Na segunda-feira abre às 10h, com a hora prevista de fecho a ser alargada para as 21h30.

      Também nesta segunda-feira o corpo de Mário Soares estará na Sala dos Azulejos do claustro do Mosteiro dos Jerónimos, onde deverá chegar pelas 13h – depois de um cortejo pela cidade de Lisboa – para as cerimónias fúnebres abertas aos cidadãos que desejem homenagear o antigo Presidente.

      Neste domingo, já perto das 19h, quando o PÚBLICO deixava o Largo do Rato, outra frase de Soares ecoava no ecrã, esta dita num comício contra a intervenção militar no Iraque em 2003. “O povo é quem mais ordena. Não se deve decidir a paz e a guerra sem ouvir o povo.”» (FIM)

      Eliminar
  18. TRAZIDO DO BLOG "DOS dois LADOS DAS GRADES"--5/1/2017

    SEM TITULO

    ««Livre pensador disse:

    5 DE JANEIRO DE 2017 ÀS 17:44

    Caro João, o D. Quixote foi escrito pelo Cervantes há 400 anos. Você bem tenta explicar a situação mas os argumentos não pegam, pois cada caso é um caso, etc. e tal, e assim, a justiça (juízes e juízas) vão protelando a sua libertação.

    Os juízes e os tribunais só tremem quando colocam a sua corporação em cheque. A melhor maneira de o fazer, é comparar a justiça no tempo do fascismo e na democracia. Eu vou-lhe dar um exemplo que prova que o sistema de justiça actual é pior que o do fascismo.

    O meu pai participou numa tentativa de golpe de Estado contra o Salazar. O chamado assalto ao quartel de Beja na noite da passagem de ano de 1961/1962. Os militares estavam preparados para agir e a tomada do quartel de Beja seria o arranque para o golpe. O capitão Varela Gomes foi baleado estupidamente, porque entendeu que deveria ser ele a prender o comandante Calapez por ser o oficial com maior patente.
    Foi baleado pelo Calapez e o golpe abortou devido a esse incidente imprevisto.

    O caso de Beja foi o maior e o mais importante julgamento do sistema fascista. Eram mais de 80 réus e mais de 80 advogados. O meu pai esteve preso preventivamente durante 28 meses até ao julgamento. Foi julgado por um Tribunal Plenário e apanhou 2 anos e 2 meses de pena maior. O tempo de prisão preventiva só contava por metade, os 28 meses de preventiva contaram apenas 14 para o cumprimento da pena, acabou por cumprir 40 meses no total.

    Conclusão, no tempo do Salazar (1962), o maior crime que se poderia cometer seria um golpe que o derrubasse, certo? Foi condenado com 2 anos e 2 meses. O cabecilha do golpe, Varela Gomes, apanhou menos de 5 anos, esteve preso 6 anos devido à contagem dos 50% da preventiva.

    Como vê, por aqui se prova, que a justiça do Salazar era melhor que a da Democracia. (In Blog dos 2 Lados das Grades)»

    ResponderEliminar
  19. TRAZIDO DO BLOG "CAPRICHOS DE UMA MENINA MIMADA"-9/1/2017

    SEM TITULO

    «Liberdade. Sempre. Soares

    Estava longe de atingir o meu direito ao voto. Andava na quarta classe e a minha brincadeira preferida era jogar aos elásticos. Nove anos e, na rua, eleições presidenciais e autárquicas.

    Mário Soares.

    Foi a ouvi-lo e a vê-lo que comecei a gostar de política e a ouvir políticos. Depois dele, talvez tenha ouvi poucos. Todos me soam a pseudo-qualquer coisa. Foi com Mário Soares que comecei a gostar de campanhas, a ouvir os hinos ao longo das semanas e a ficar nervosa enquanto, em casa, ouvíamos a Rádio Douro Sul, à espera dos resultados.

    Em Lamego, colecionei os autocolante do MASP (Movimento de Apoio de Soares à Presidência) e do MARV (Movimento de Apoio a Rui Valadares). Entrava, diária e orgulhosamente, na sede de campanha socialista, junto ao café que os meus pais frequentavam. Só porque sim, para sentir aquele cheiro a panfletos, tentar perceber aquelas conversas e, fazendo-me muito adulta, fazer qualquer coisa que fosse necessário. E, até hoje, guardo a memória destas duas eleições.

    Raramente, hoje, me ouvem a discutir ou a comentar assuntos políticos. Não consigo discutir clubismo e é assim que vejo e ouço a maior parte dos também pseudo-entendidos nestas coisas. Como se defendessem um clube ou uma cor. Mas gosto. Gosto muito. E se devo esta pequena paixão às conversas que havia lá por casa, também o devo ao Presidente Soares.

    Achei que ele nunca iria morrer. Afinal, carisma poucos têm e faz falta. Faz falta quem se chegue à frente, quem dê o corpo à balas e a cara pela luta. Faz falta quem mova multidões e promova paixões. Mário Soares faz falta.

    E, a nós, faz-nos falta a memória que alguns vão perdendo. Pobres! Não temos, efetivamente, que gostar de toda a gente. Mas se hoje podem dizer mal, regozijar-se com o fim da vida, a ele, em parte maior, o devem. Ironias... Liberdade, sempre! E isso não haverá nunca quem pague.

    Publicada por af à(s) 15:18 »

    ResponderEliminar
  20. TRAZIDO DO JORNAL SOL-8/1/2016

    MÁRIO SOARES

    «EDITORIAL 8 de janeiro 2017

    O nome do cravo

    A morte de Mário Alberto Nobre Soares, aos 92 anos e ao 26.o dia após o internamento no Hospital da Cruz Vermelha, provocou, como se esperava, como ele merecia, fortes emoções um pouco por todo o mundo.

    COMENTAR PARTILHAR

    Mário Ramires
    opiniao@newsplex.pt

    Destaques

    "Obrigado". Populares acompanham cortejo fúnebre de Mário Soares
    Costa falha funeral: "Não foi uma decisão pessoal"
    Mário Soares. Uma vida dedicada à política
    Os primeiros anos do miúdo mimado que nasceu numa família tudo menos convencional

    Com reações apaixonadas. Tanto no sentido da tristeza, da amizade, da gratidão, como no sentido oposto, crítico, condenatório, talvez até, nalguns casos, de ódio.

    Não nos órgãos de comunicação social, de Portugal e do mundo, em que a sua morte é assinalada com o respeito que merece porque foi homem das liberdades, da tolerância, da democracia e do Estado de direito.

    Sim, e sobretudo, nas redes sociais, onde as reações à sua morte originaram uma onda de posts e de comentários quase transformados num massivo e último ataque à sua memória. Porque somos livres.

    Porque Mário Soares lutou toda a vida pela liberdade, pela liberdade de pensamento, pela liberdade de expressão, pelo direito à indignação. E lutou por um Portugal não amordaçado.

    O coro de elogios à figura maior da história do Portugal contemporâneo, democrático e livre teve nas redes sociais uma correspondente reação quase odiosa de intolerância.

    Porque Soares teve vitórias notáveis e derrotas humilhantes na história da sua longa vida, que foi sempre política. Como teve opções e decisões fraturantes. Defensáveis, umas; criticáveis, outras.

    Não há líder que faça história sem gerar amores e ódios. Não há homem marcante de um século, de um povo, de um país que não conquiste amores e ódios.

    Soares não é nem nunca foi indiferente para ninguém.

    Se o cravo, vermelho na flor e verde no pé, é o símbolo da Revolução de Abril, do triunfo da democracia, do pluralismo partidário, do Estado de direito democrático, do Portugal novo do final do século xx, Mário Soares é o nome do cravo.
    Soares personificou um período marcante na história de Portugal, um virar de página, um outro futuro. Soares morreu. À entrada de uma nova era.»

    DAQUI: http://sol.sapo.pt/artigo/541990

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TRANSFORMADO NO POST 17, E PQ HOJE É DOMINGO

      Eliminar
  21. TRAZIDO DO NOTÍCIAS AO MINUTO-9/1/2017

    RESUMO DO COMENTÁRIO DO MIGUEL SOUSA TAVARES! (mário soares)

    «"Recomendo aos energúmenos que ofendem Soares que leiam"

    No seu habitual comentário semanal no ‘Jornal da Noite’ da SIC, Miguel Sousa Tavares falou sobre Mário Soares e a importância que o histórico socialista teve na construção do Portugal contemporâneo.

    © Global Imagens
    PAÍS SOUSA TAVARES
    HÁ 3 HORAS
    POR PATRÍCIA MARTINS CARVALHO
    Patrícia Martins Carvalho
    PARTILHAR

    “O legado de Mário Soares já estava feito há 20 anos”. Quem o diz é Miguel Sousa Tavares que considera “absurda a recandidatura [de Soares] à Presidência e ao Parlamento Europeu”, pois o “fundamental da sua vida ativa tinha cessado há 20 anos”.

    PUB

    Mas tal não é motivo para descredibilizar todas as conquistas de Mário Soares, antes e depois da Revolução dos Cravos, afinal “devemos a Mário Soares o combate contra a ditadura, o combate pela democracia a seguir ao 25 de Abril, a Europa e um grande prestígio que ele soube conquistar para ele e para Portugal no mundo”.

    E prova disso, referiu, é o que a imprensa internacional tem escrito e a importância que tem dado a Mário Soares desde que se soube que havia morrido.

    Nesta senda, Sousa Tavares, no seu habitual registo, aconselha “alguns energúmenos que andam nas redes sociais a insultar a memória de Mário Soares que, independentemente das ideias políticas, leiam a imprensa estrangeira”, lembrando que é graças ao histórico socialista que estas mesmas pessoas “têm o direito” de escrever o que pensam.

    Sobre o ‘pai da democracia’, Sousa Tavares disse ainda que era uma “pessoa fantástica para se trabalhar como jornalista, embora às vezes tivesse birras”. Ainda assim, garantiu, “era agradável estar ao lado dele, era um político fora do baralho e imprevisível”.

    PARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS»

    ResponderEliminar
  22. TRAZIDO DO JN-9/1/2016

    DESPORTO/FUTEBOL: O ONZE MARAVILHA DE 2016!

    «Real Madrid domina onze ideal da FIFA

    Cristiano Ronaldo figura no melhor onze do ano.

    Foto: Ruben Sprich / REUTERS

    Ontem às 18:03
    COMENTAR

    Real Madrid domina onze ideal da FIFA
    Comentar
    Facebook
    Twitter
    Partilhar

    RELACIONADAS
    Ronaldo e namorada na passadeira vermelha dos prémios FIFA
    ÚLTIMAS EM DESPORTO
    09/01Carlos Queiroz explica-se por não ter votado em Ronaldo
    09/01Moreirense ganha e sai zona de descida
    09/01Tondela e Petit acertam rescisão
    09/01Os destaques da 18.ª jornada da Divisão Elite
    09/01CR7 é "o exemplo maior do futebol contemporâneo"


    Ontem às 18:03
    COMENTAR
    Cristiano Ronaldo faz parte do onze galático de 2016 e tem a companhia de quatro colegas de equipa e de Lionel Messi.

    Cristiano Ronaldo é o único jogador português a figurar no melhor onze do ano. O avançado português repete a presença dos anos anteriores.

    CR7 divide o ataque com dois rivais do Barcelona - Messi e Luís Suaréz -, mas tem a companhia de quatro colegas de equipa do Real Madrid.

    Manuel Neuer, guarda-redes do Bayern Munique, e Daniel Alves, defesa da Juventus, são os únicos futebolistas que não jogam nos dois gigantes espanhóis que fazem parte do onze ideial. Antoine Griezmann, finalista ao prémio de melhor jogador do ano, ficou de fora.

    Onze ideal: Neuer (Bayern Munique), Daniel Alves (Juventus), Sergio Ramos (Real Madrid), Piqué (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Kroos (Real Madrid), Modric (Real Madrid), Iniesta (Barcelona), Messi (Barcelona), Luis Suárez (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).



    Leia mais: Real Madrid domina onze ideal da FIFA http://www.jn.pt/desporto/interior/real-madrid-domina-onze-ideal-da-fifa-5595565.html#ixzz4VJjOHacZ
    Follow us: jornalnoticias on Facebook»

    ResponderEliminar
  23. Sondagem Aximage de janeiro de 2017

    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/detalhe/ps-volta-a-subir-e-psd-continua-em-queda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. IN JORNAL DE NEGÓCIOS-13/1/2017

      PS volta a subir e PSD continua em queda

      A última sondagem da Aximage confirma duas tendências verificadas nos últimos meses: os socialistas continuam a crescer nas intenções de voto, enquanto social-democratas prosseguem ciclo de perdas. Já o BE cresce perto de um ponto percentual e consolida a terceira posição.

      (FOTO)

      PS volta a subir e PSD continua em queda
      Miguel Baltazar
      3562 1 61 Guardar Imprimir
      David Santiago David Santiago dsantiago@negocios.pt

      O PS continua a ganhar terreno para o PSD, dispondo de uma vantagem que se situa agora nos 16 pontos percentuais. A sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã mostra que, em Janeiro, as intenções de voto nos socialistas cresceram 1,6 pontos percentuais face ao mês anterior para um total de 41,7%.

      Em sentido inverso, o PSD regista a maior queda entre os principais partidos do especto político nacional, com os social-democratas a recuarem 2,3 pontos percentuais para 25,1% das intenções de voto. Trata-se mesmo da maior queda do partido liderado por Passos Coelho desde a quebra de 2,6 pontos registada entre Março e Abril do ano passado.

      Pelo seu lado, o Bloco de Esquerda recupera alguma da margem perdida com um crescimento de quase um ponto para 9,1%, o que permite aos bloquistas consolidarem-se como a terceira força política.

      Já a CDU (coligação entre PCP e Verdes) perde terreno para o Bloco e vê o CDS aproximar-se. A coligação liderada por Jerónimo de Sousa cede meio ponto para os 6,9%, com os centristas a crescerem ligeiramente para os 6,8%. O estudo da Aximage aponta ainda para uma diminuição da abstenção, que cai dos 35,7% registados em Dezembro para 33,5% no presente mês.

      Apesar da ligeira subida dos centristas, esta sondagem reforça também a vantagem do PS para os dois partidos da direita que governaram coligados. Se em Dezembro PSD e CDS somavam 34,1% face aos 40,1% então registados pelo PS (uma diferença de seis pontos), em Janeiro a distância entre uma eventual reedição da coligação (31,9%) de direita e os socialistas (41,7%) aumentou para os 9,8 pontos percentuais.

      +Este estudo revela ainda que as expectativas em relação ao actual Governo chefiado por António Costa aumentaram pelo terceiro mês consecutivo, com 41,2% dos inquiridos pela Aximage a considerar que a governação deste Executivo é "melhor do que esperava" e 46,3% a considerarem ser "igual ao que esperava". Apenas 11% dos entrevistados consideram que o desempenho do Governo é "pior do que esperava".

      Costa é o líder com melhor nota e Centeno considerado o melhor ministro

      O estudo da Aximage revela ainda que António Costa, secretário-geral do PS, é o líder político que recolhe melhor nota por parte dos inquiridos. O também primeiro-ministro obtém uma avaliação de 15 (escala de 0 a 20). Os outros líderes partidários à esquerda também conseguem nota positiva, enquanto os dois presidentes dos partidos mais à direita têm negativa.

      Catarina Martins, coordenadora do BE, recebe um 12,2 e Jerónimo de Sousa, secretário-geral comunista, consegue um 10,9. Já a líder do CDS, Assunção Cristas, obtém uma nota de 9,3 enquanto Passos Coelho não vai além de um 5,3.
      (CONT.)

      Eliminar
    2. +Numa disputa a dois entre António Costa e Passos Coelho, o líder do PS volta a ganhar vantagem sobre o presidente do PSD como aquele que recolhe maior confiança para desempenhar o cargo de primeiro-ministro. 64,3% dos entrevistados têm mais confiança em Costa e 23,7% depositam maior confiança em Passos.

      Registo ainda para Mário Centeno, uma vez que o ministro das Finanças é não só o governante – exceptuando o primeiro-ministro – com maior notoriedade como é também considerado pelos inquiridos pela Aximage como o melhor ministro. Centeno parece assim passar incólume ao longo e mediático processo em torno da administração da Caixa Geral de Depósitos. O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, é considerado o pior ministro.

      +Marcelo é quase unanimemente avaliado de forma positiva

      O desempenho do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, nos últimos 30 dias é avaliado positivamente por praticamente todos os entrevistados pela Aximage. 92,9% consideram que Marcelo tem actuado "bem", 3% dizem que o desempenho tem sido "assim-assim" e também 3% consideram que tem actuado "mal".

      (CONT COM A FICHA TÉCNICA)

      Eliminar
    3. USADO PRA ASSINALAR O 1º ANO DA PRESIDÊNCIA DO PROF. MARCELO REBELO DE SOUSA--POST 28

      Eliminar
    4. RELACIONADA: ENTREVISTA DO Sr PR

      http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-01-22-Marcelo-a-SIC-a-entrevista-completa

      Eliminar
  24. TRAZIDO DO SITE DA TSF-13/1/2017

    METEOROLOGIA:???

    «Frio mais intenso durante uma semana. DGS pede atenção aos idosos

    13 DE JANEIRO DE 2017 - 13:36

    Até quinta-feira da próxima semana as temperaturas vão estar sempre a descer, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Foto: Duarte Silva/Global Imagens
    FOTOGALERIA DO DIA

    PSD escolhe Álvaro Almeida para candidato à Câmara do Porto
    EUA emitem moeda com mulher negra a simbolizar a liberdade
    Vaticano: Casa do Senhor para os sem-abrigo de Roma
    Rui Vitória chama 20 jogadores para receção ao Boavista
    Acordo extrajudicial vai influenciar postura do Governo

    PUB
    TSF/Lusa
    PARTILHAR
    MAIS

    Frio
    Lares de idosos
    Idosos
    IPMA
    Sociedade

    O frio já começou a fazer-se sentir. "A temperatura mínima desceu bastante durante a noite passada e amanhã vamos voltar a sentir uma pequena descida da temperatura", disse à TSF a meteorologista Paula Leitão.

    A meteorologista Paula Leitão dá conta da previsão do tempo para os próximos dias
    "O tempo vai estar frio em todo o território, com mínimas entre os 0 graus e -3 na região do interior norte e centro, e no Alentejo temperaturas entre os 0 e os 2, 3 graus acima de zero. Só na orla costeira é que a temperatura vai estar ligeiramente mais alta", acrescentou.

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê a partir de hoje e, pelo menos até dia 21, que se verifique uma descida das temperaturas, em especial da mínima, que pode atingir valores entre -1 e -4 graus em Bragança, Vila Real, Guarda, Braga, Leiria, Viseu, Évora e Portalegre.

    Quanto a planos para os sem-abrigo devido ao frio, a Câmara Municipal de Lisboa disse à TSF que nada está previsto por enquanto e que está a analisar a situação.

    DGS pede a delegados de saúde que intensifiquem visitas a lar de idosos

    "A DGS, a título preventivo, reforçou as orientações dadas à rede nacional de delegados de saúde no sentido da intensificação de visitas de caráter pedagógico aos lares de idosos", refere uma nota enviada à agência Lusa.

    Tendo em conta que o frio pode precipitar a descompensação de doenças crónicas, a autoridade de saúde insiste ainda nas recomendações preventivas à população: manter o corpo hidratado e quente, aquecer a casa, ter em atenção que há fontes de calor que representam risco de incêndio ou intoxicação, estabelecer contacto com familiares e vizinhos ou telefonar, em caso de necessidade, para a Linha Saúde 24.»

    DAQUI:http://www.tsf.pt/sociedade/interior/frio-mais-intenso-durante-uma-semana-dgs-pede-atencao-aos-idosos-5603583.html

    ResponderEliminar
  25. TRAZIDO DO JORNAL DO CENTRO

    http://www.jornaldocentro.pt/juros-de-mora-de-impostos-municipais-financiam-apoio-social/

    ResponderEliminar
  26. TRAZIDO DO JORNAL DO CENTRO

    http://www.jornaldocentro.pt/presidente-e-oposicao-desafinam-orquestra-em-tarouca/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Presidente e oposição desafinam orquestra em Tarouca

      Criada há mais de uma década, a Orquestra Ligeira da Câmara Municipal de Tarouca vive atualmente um momento controverso. Com Amaro Nunes, vereador da oposição e coordenador da orquestra com responsabilidades na gestão do dia-a-dia deste “órgão”, o mal-estar começou a crescer com vários episódios de falta de assiduidade por parte dos membros o que impediu que alguns ensaios se realizassem.

      A situação piorou quando o atual maestro, Telmo Gouveia, solicitou ao edil a introdução dos também maestros Ricardo Fonseca e Rui Lima no projeto para procederem a algumas alterações na orquestra, como a entrada de alunos da Academia. Aqui começou a polémica com a luz verde a ser dada de imediato por Valdemar Pereira.

      “Aceitei, mas tive o cuidado de lhes dizer que era preciso que transmitissem toda essa informação aos elementos da Orquestra, nomeadamente ao senhor coordenador”, afirmou em reunião de Câmara.

      .Amaro Nunes garante que não sabia de todas as informações

      Em resposta, o coordenador da Orquestra Ligeira da Câmara Municipal de Tarouca defendeu-se, garantindo que apenas sabia que ia ocorrer uma alteração do projeto. “O senhor presidente não me incumbiu de dizer nada aos músicos, nem me disse que os músicos que lá estavam iriam ser substituídos, designadamente até eu próprio. Isso nunca foi falado, o presidente da Câmara Municipal não me incumbiu de ter uma reunião para explicar aquilo que eu não sabia”, sublinhou.

      .Troca de argumentos levou Amaro Nunes a abandonar reunião

      Com Valdemar Pereira a garantir que informou Amaro Nunes para falar com o maestro Telmo Gouveia sobre o que iria acontecer na orquestra, o edil tarouquense acrescentou que “quando vi a atuação no S. Miguel, fiquei triste por não estarem os membros que poderiam estar.” O coordenador da orquestra voltou a defender-se, afirmando que “nunca ninguém soube que as pessoas que faziam parte do ‘órgão’ não tocariam nas Festas de S. Miguel”, dizendo que Telmo Gouveia remeteu nessa altura para Valdemar Pereira e vice-versa.

      Na sequência desta troca de argumentos, Amaro Nunes acabou por retirar-se da reunião de Câmara, num claro sinal do mal-estar com o autarca perante esta situação.»

      Eliminar
  27. TRAZIDO DO JORNAL SOL-14/1/2017

    IMPOSTOS: JÁ EXISTEM NOVAS TABELAS DE IRS

    http://sol.sapo.pt/artigo/543943/irs-ja-tem-novas-taxas-de-retencao

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ECONOMIA 14 de janeiro 2017

      «IRS já tem novas taxas de retenção

      A grande maioria dos contribuintes que tem rendimentos do trabalho dependente e pensões retém acima do que é necessário, pelo que os acertos costumam dar lugar a reembolso.

      (FOTO)

      Sónia Peres Pinto
      sonia.pinto@newsplex.pt

      Destaques

      José Eduardo Moniz foi convidado para ser candidato a Lisboa, revela Marques Mendes
      “PSD não está contra o PS, está contra a concertação social”, diz Barbosa Ribeiro
      Funeral de Soares. Vera Jardim fora da lista
      Gasolina e gasóleo baixam
      As retenções, tal como acontece no IRS anual, vão ser alvo de uma revisão de 0,8% em todos os escalões. A isto há que contar ainda com as mudanças já aplicadas nas taxas na proposta de Orçamento do Estado para 2017.

      A sobretaxa para os três últimos escalões, os únicos que ainda fazem a retenção, vai também aumentar, mas ainda mais do que a retenção normal: Tendo em conta que a sobretaxa não foi atualizada em linha com a inflação no ano passado, o governo decidiu fazer um duplo aumento somando a inflação de 2015 com a de 2016.

      Segundo Fernando Rocha Andrade, a actualização da sobretaxa a uma percentagem superior serve para compensar o facto de o Governo, em 2016, não a ter actualizado à inflação. Agora compensa este efeito somando os 0,8% que estão na base das actualizações para 2017 com os 0,5% do ano passado.

      No total, o aumento deverá ser de 1,305%, com um acerto final prometido para o final deste ano.

      A verdade é que a grande maioria dos contribuintes que tem rendimentos do trabalho dependente e pensões retém acima do que é necessário, pelo que os acertos costumam dar lugar a reembolso.

      Também este ano espera-se que o Governo cumpra a promessa feita por António Costa de fazer uma reforma do IRS, aumentando o números de escalões que o governo de Passos Coelho reduziu para cinco em 2013.

      Mais impostos

      Um relatório da Comissão Europeia considera que, nos próximos anos, a população dependente e com grande necessidade de cuidados de longa duração vai aumentar muito. Portugal vai passar então a ser um dos países com mais despesas com a saúde. E é com base nesta previsão que Bruxelas quer mais impostos sobre o tabaco, álcool e refrigerantes, que o autal Governo tem subdio todos os anos.

      A estimativa aponta para que em 2060 existam cerca de 1,1 milhões de pessoas a precisar de cuidados de longa duração, na sequência de problemas de saúde.»

      Eliminar
    2. (TRANSFORMADO NO POST 24)

      Eliminar
  28. (GUARDAR NO ARQUIVO B ATÉ FAZER O PASSATEMPO:QUAL PS?)

    IN JORNAL DO CENTRO-15/1/2017

    PS DE VISEU DE VISEU DESCONTENTE COM O PS-VISEU

    «PS lamenta falta de ambição no… PS

    O PS em Viseu anda “calado”, “apagado”, “pouco interventivo” e “pouco unido”. Quem classifica assim o partido, curiosamente, são alguns dos próprios militantes e simpatizantes.
    Dentro de portas, mas também através das redes sociais, criticam a “falta de estratégia” dos órgãos partidários para, a poucos meses das eleições autárquicas, apresentarem alternativas aos órgãos municipais. Lúcia Silva já disse que era a candidata à Câmara de Viseu, mas apesar de ainda não ter sido “aprovado” o nome, há já quem diga que se trata de uma candidatura “pouco ambiciosa”.
    A “inércia” a que dizem estar votado o partido, segundo os socialistas, vai fazer com que o PS concorra novamente ao segundo ou terceiro lugar. “Hoje, o que temos no PS é uma ausência de bandeiras, de opiniões públicas.
    O silêncio abateu-se tanto na Concelhia como nos órgãos distritais”, afirmou ao Jornal do Centro um militante que justifica estas “ausências” com o facto de quem está nas estruturas “viver do taticismo político”. “Recuámos 30 anos, falta ambição e temos direções políticas fracas”, reforçou um outro militante que, mais fatídico, receia “num qualquer momento uma explosão” no partido.
    “Até dá a impressão que ninguém se quer incomodar”, lamentam, em apelos que vão surgindo também nas redes sociais para que chegue rapidamente o momento da “ressurreição”. Só quem está desatento é que não vê o PS Críticas que a presidente da Comissão Política Concelhia rejeita.
    Adelaide Modesto admite que houve feridas abertas quando o Partido se dividiu no apoio a António Costa e José Seguro mas “aqueles que outrora foram detratores, vêm-se obrigados a reconhecer que o apoio a Costa foi a melhor opção”. Segundo a presidente, os ativos do PS não se afastaram, mesmo depois de um período “mais intenso de debate e até de exageros que deixaram alguma fricção”.
    Para a dirigente socialista, quem critica a falta de intervenção “anda desatento”. “Há desatenção do trabalho que a vereação tem vindo a fazer e que se avaliam nos requerimentos e nas intervenções. Assim se passa igualmente na Assembleia Municipal e vê-se também quando o PS vai às freguesias, apesar de não fazer disso alarde. Somos um partido de portas abertas e que reúne com os militantes”.»

    DAQUI: http://www.jornaldocentro.pt/ps-lamenta-falta-de-ambicao-no-ps/

    ResponderEliminar
  29. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  30. AUTÁRQUICAS/2017

    http://www.jn.pt/nacional/interior/psd-tera-candidatura-propria-a-camara-de-lisboa-5606051.html

    ResponderEliminar
  31. TRAZIDO DO SITE VISÃO-11/9/2016

    EDUCAÇÃO: DICAS PRA MELHORAR O SUCESSO ESCOLAR

    «"Nenhuma criança consegue ter sucesso escolar se a sua vida for só escola e estudo"

    SOCIEDADE 11.09.2016 às 8h48

    http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2016-09-11-Nenhuma-crianca-consegue-ter-sucesso-escolar-se-a-sua-vida-for-so-escola-e-estudo

    ResponderEliminar
  32. TRAZIDO DA TSF-18/1/2017

    SOLIDARIEDADE: MUDANÇA NA ATRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS


    «Vai ser mais reduzido o número de famílias com direito a ajuda alimentar

    18 DE JANEIRO DE 2017 - 13:06

    Viera da Silva, o ministro do Trabalho e da Segurança Social, revelou que o governo estima em 60 mil o número de pessoas que vai beneficiar de ajuda alimentar à luz das novas regras.»

    AQUI: http://www.tsf.pt/sociedade/interior/vai-ser-mais-reduzido-o-numero-de-familias-com-direito-a-ajuda-alimentar-5613034.html

    ResponderEliminar
  33. NETES:???

    https://www.publico.pt/2017/01/20/tecnologia/noticia/cientistas-identificam-pessoas-atraves-do-historico-de-navegacao-online-175913

    ResponderEliminar
  34. TRAZIDO DO SITE DA SIC- ENTREVISTA AO Sr PRESIDENTE DA REPÚBLICA PRA ASSINALAR O 1º ANO DA PRESIDÊNCIA

    http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-01-22-Marcelo-a-SIC-a-entrevista-completa

    ResponderEliminar
  35. TRAZIDO DO NOTÍCIAS AO MINUTO-24/1/2017

    1º ANIV. DE MRS EM BELÉM

    «Marcelo almoçou com ex-adversários e falou por Skype com Marisa Matias
    Marcelo Rebelo de Sousa, eleito Presidente da República há um ano, assinalou hoje a data com um almoço com seis ex-adversários e falou por Skype com a eurodeputada Marisa Matias, que não pôde estar presente.

    © DR
    POLÍTICA PRESIDENTE
    HÁ 3 HORAS
    POR LUSA
    Lusa
    PARTILHAR

    O chefe de Estado recebeu no Palácio de Belém os ex-candidatos presidenciais António Sampaio da Nóvoa, Maria de Belém Roseira, Paulo de Morais, Henrique Neto, Jorge Sequeira e Vitorino Silva, conhecido como Tino de Rans, durante cerca de uma hora e meia. No final do almoço, tiraram uma fotografia de grupo, na varanda do palácio.

    PUB

    A conversa com Marisa Matias aconteceu antes do almoço e foi registada em vídeo e divulgada na página da Presidência da República na Internet. Nesse vídeo, Marcelo Rebelo de Sousa deseja à eurodeputada do Bloco de Esquerda "boa sorte para a sua longuíssima vida política" e agradece-lhe pela campanha que fez em 2016.

    "Muito obrigada por aquela campanha, e pelo contributo que deu a Portugal e está a dar a Portugal", afirma o Presidente da República, no final da conversa, que durou cerca de três minutos. "Obrigada a si também", responde Marisa Matias, a partir de Bruxelas, onde tinha trabalhos do Parlamento Europeu.

    Nesta conversa, Marcelo Rebelo de Sousa aparece no seu gabinete, à secretária, em frente ao computador, e vê-se Marisa Matias no ecrã, sorridente.

    Os dois trocam cumprimentos, falam brevemente sobre o trabalho da eurodeputada, lamentam não poderem estar juntos no almoço de hoje em Belém, e o Presidente da República elogia a sua ex-adversária.

    "Foi uma campanha eleitoral inesquecível, e uma das grandes surpresas foi, de facto, a sua candidatura. Valorizou o debate político, teve um êxito que ultrapassou as expectativas e foi, ao mesmo tempo, a consagração de uma vocação política a nível nacional", considera.

    Marisa Matias diz-lhe que também gostou muito da campanha e do debate que os dois tiveram.

    Os ex-candidatos presidenciais Edgar Silva e Cândido Ferreira também não puderam estar presentes no almoço de hoje no Palácio de Belém, o primeiro devido a afazeres políticos regionais e o segundo por se encontrar no estrangeiro.

    Nas eleições presidenciais de 24 de janeiro de 2016, Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito à primeira volta, com 52% dos votos.

    Sampaio da Nóvoa, apoiado por parte do PS, ficou em segundo lugar, com 23%, e Marisa Matias em terceiro, com 10%. Em quarto lugar, com cerca de 4%, ficou a socialista Maria de Belém, também apoiada por uma parte do seu partido - que optou por não declarar apoio oficial a nenhum candidato.

    Seguiram-se o candidato do PCP, Edgar Silva, com perto de 4%, Vitorino Silva, com aproximadamente 3%, Paulo de Morais, com cerca de 2%, e Henrique Neto, Jorge Sequeira e Cândido Ferreira, os três com menos de 1% dos votos.»

    DAQUI: https://www.noticiasaominuto.com/politica/728852/marcelo-almocou-com-ex-adversarios-e-falou-por-skype-com-marisa-matias?&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer&utm_content=geral

    ResponderEliminar
  36. CONTINUANDO, mas do lado de fora pq não nos deixam fazê-lo de outra forma!

    ResponderEliminar
  37. TRAZIDO DO JORNAL PÚBLICO-24/1/2017

    «Ao minuto: veja quem são os nomeados para os Óscares 2017

    LILIANA BORGES , CLAUDIA CARVALHO SILVA e PEDRO GUERREIRO

    Pela primeira vez as nomeações são anunciadas na Internet em vez da tradicional sessão no Samuel Goldwyn Theater, em Los Angeles. O anúncio começa às 13h18.

    (...)»

    AQUI:

    https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/ao-minuto-veja-quem-sao-os-nomeados-para-os-oscares-2017-1759471

    ResponderEliminar
  38. TRAZIDO DO PÚBLICO-24/1/2017

    O FIM DAS CANTINAS SOCIAIS

    «A caridade não é um programa

    Cantinas sociais: o número de refeições protocoladas tem vindo a descer e o seu custo não é a melhor opção que o Estado pode adoptar.
    (...)»
    DAQUI:https://www.publico.pt/2017/01/24/sociedade/noticia/a-caridade-nao-e-um-programa-1759412

    ResponderEliminar
  39. TRAZIDO DO JN-24/1/2017

    SOLIDARIEDADE SOCIAL: AINDA SOBRE AS CANTINAS SOCIAIS

    «Modelo de cantinas sociais substituído por cabazes

    (...)»

    DAQUI:

    http://www.jn.pt/nacional/interior/modelo-de-cantinas-sociais-substituido-por-distribuicao-de-cabazes-5624493.html

    ResponderEliminar
  40. TRAZIDO DO FACEBOOK DA PARÓQUIA DE TAROUCA-25/1/2017

    ESCUTEIROS--AGRUPAMENTO 1006

    «Centro Paroquial Santa Helena
    14 h ·
    O Agrupamento 1006 de Tarouca
    Continuamos o trabalho para que o nosso 1006 reapareça. Há reuniões, encontros, contacto, formação de dirigentes.
    Este trabalho é importantíssimo. Não se vê nem se nota. É como as raizes. Estão debaixo da terra, não dão nas vistas, mas sem elas não haveria plantas a crescer, nem frutos.
    Procuram-se os passos sólidos, com calma.
    Há entusiasmo, trabalho e vontade entre os que serão os dirigentes.
    Então só mais um tempinho, pois depressa e bem há pouco quem...
    Já falta pouco.
    É bom começarmos a pensar e a dar a conhecer isto. Logo que possível, abriremos as inscrições.»

    ResponderEliminar
  41. TRAZIDO DO JN-20/1/2017

    EDUCAÇÃO: VINCULAÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE PROFESSORES!

    «Educação

    Mais de três mil professores vão entrar nos quadros

    (FOTO)

    20 Janeiro 2017 às 21:50
    COMENTAR
    Entre 3.000 e 3.200 professores vão entrar nos quadros, ao abrigo da vinculação extraordinária, número abaixo do universo de docentes elegíveis e das expectativas dos sindicatos.

    Os números foram adiantados pelos sindicatos e confirmados pela secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, no final da reunião de hoje, no Ministério da Educação (ME), tendo a governante confirmado que há cerca de dois mil candidatos elegíveis à vinculação extraordinária que ficam de fora da entrada nos quadros por não serem abertas vagas em número suficiente.

    Entre 3.000 e 3.200 docentes vão conseguir a vinculação, mas há quase 5.000 candidatos em condições de concorrer a essas vagas.

    O número de vagas para a vinculação extraordinária foi definido tendo por base o número de contratados colocados neste ano letivo num horário completo e anual, mas vão poder candidatar-se todos os professores que tenham cinco contratos nos últimos seis anos e pelo menos 12 anos de serviço.

    Para a vinculação será aplicado o critério da graduação profissional, que tem em conta a média final de curso e o tempo de serviço de cada docente, mas serão quase dois mil professores com pelo menos 12 anos de serviço que não conseguem ainda aceder aos quadros.

    Aos jornalistas, a secretária de Estado disse que usar o número de contratados este ano letivo colocados em horários completos e anuais como critério de fixação de vagas "teve a ver com a necessidade de garantir as necessidades permanentes das escolas".

    Inicialmente, este critério foi apresentado pelo ME como condição para poder concorrer a uma vaga na vinculação extraordinária, ou seja, para determinar o universo de candidatos, mas acabou por ser usado apenas para definir o número de vagas.

    (CONT.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mário Nogueira, secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), manifestou à saída da reunião com a tutela o seu descontentamento por não terem ficado garantidos novos momentos de vinculação nos próximos anos, tendo apenas ficado a promessa de incluir na ata final a promessa de que será avaliada a sua necessidade.

      A reunião de hoje foi a última de um processo negocial que decorria desde início de dezembro para definir não só a portaria da vinculação extraordinária, mas também a revisão do decreto-lei do regime de concursos de professores.

      As duas principais federações da educação, Fenprof e Federação Nacional de Educação (FNE), disseram que não foram reunidas condições para dar o acordo à proposta da tutela para a revisão do regime de concursos.

      Alexandra Leitão disse que "não há um acordo formal", mas considerou que este foi "um processo negocial bem sucedido", recusando que tenha havido recuos nas propostas do ME.

      "A Fenprof não dá o seu acordo a esta proposta, porque ela não resolve o problema da precariedade", disse aos jornalistas Mário Nogueira, secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), à saída da reunião.

      João Dias da Silva, secretário-geral da FNE, disse que "não foi possível encontrar um ponto de encontro" entre as exigências sindicais e a proposta do ministério.

      A FNE discorda da manutenção da norma-travão, que agora passa a prever a entrada automática nos quadros para os professores com quatro contratos anuais, completos e sucessivos, ao invés dos cinco exigidos na versão inicial criada pelo ex-ministro Nuno Crato, e que é a que está em vigor.

      Para a FNE deviam ser aplicadas aos professores as mesmas regras aplicadas na função pública, que preveem a entrada nos quadros ao fim de três contratos sucessivos.

      Já a Fenprof disse que "não daria o seu acordo a uma norma que contraria uma diretiva comunitária de transposição obrigatória" para a lei nacional.

      De acordo com os sindicatos, são cerca de 190 os professores que vão vincular este ano ao abrigo da norma-travão, mas a secretária de Estado falou apenas em centenas, sem especificar um número.

      Os sindicatos, sobretudo a Fenprof, manifestaram ainda o seu desagrado, por ter sido apenas apresentada hoje uma proposta relativa aos professores dos colégios privados com contrato de associação "que nunca esteve em cima da mesa de negociação", segundo Mário Nogueira.

      A proposta da tutela vai permitir a estes professores do privado concorrer ao concurso de contratação inicial -- o primeiro concurso do ano para os professores contratados -- concorrer às vagas nas escolas em condições de igualdade com os professores das escolas públicas, colocando-os na 2.ª prioridade do concurso e não na 3.ª, atrás dos colegas das escolas do Estado.

      "Foi para nós um choque esta questão da 2.ª prioridade. O que não podemos tolerar é que se diga uma coisa que nunca esteve em negociação", disse Mário Nogueira.

      A Fenprof vai voltar a realizar plenários com os professores, e vai solicitar aos grupos parlamentar a apreciação do diploma que venha a resultar das negociações, na expectativa de que venha a ser melhorado pelo parlamento.

      Leia mais: Mais de três mil professores vão entrar nos quadros http://www.jn.pt/nacional/interior/mais-de-tres-mil-professores-vao-entrar-nos-quadros-5619169.html#ixzz4WufZDiuE
      Follow us: jornalnoticias on Facebook»

      Eliminar
  42. NOTÍCIAS AO MINUTO-26/1/2017

    GUIA: VAI SER DESPEDIDO?

    https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/730459/sera-que-esta-prestes-a-ser-despedido-atente-a-estes-13-sinais?&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer&utm_content=geral

    ResponderEliminar
  43. TRAZIDO DO CM-26/1/2017

    SOLIDARIEDADE SOCIAL: O QUE SE PASSA COM A HABITAÇÃO SOCIAL NA CAPITAL PORTUGUESA?!

    «ASSUNÇÃO CRISTAS ~

    1600 casas fechadas por falta de obras

    Tem de haver rapidez na execução das obras e na atribuição das casas.

    00 Por Assunção Cristas|26.01.17PARTILHE 0 0

    Em Lisboa há cerca de 1600 fogos de habitação social sem estarem atribuídos. A razão? Falta de obras! Quando a casa vaga, é suposto a GEBALIS (empresa municipal que gere os bairros) receber a casa e serem feitas as obras necessárias para a Câmara a atribuir a uma nova família. Porém, para evitar ocupações irregulares, a GEBALIS parte rapidamente as loiças sanitárias e a cozinha para inviabilizar o uso do espaço. Depois, podem passar-se meses ou anos, como ouvi tantos relatos em vários bairros sociais de Lisboa.

    Este comportamento é chocante e inadmissível. Tem de haver rapidez na execução das obras e na atribuição das casas. Em paralelo, as regras de atribuição têm de ser claramente explicadas às comunidades e a atribuição plenamente compreendida por todos. Só assim se estabelece uma relação de confiança entre os moradores dos bairros sociais e o município de Lisboa, só assim as pessoas sentem que são pessoas e não gente esquecida nos confins da cidade.

    A governação socialista enche o olho com obras de melhoramento das vias centrais da cidade e aparentemente não tem dinheiro ou vontade política para resolver estes problemas.

    Em 10 anos de governação socialista de Lisboa, há muitos bairros sem qualquer obra de manutenção e é preciso o CDS fazer barulho para lá aparecerem uns anúncios de obras, como aconteceu no bairro da Cruz Vermelha. Continuaremos a denunciar e a fazer barulho, convictos de que a nossa leitura das prioridades é a certa, porque para nós não há pessoas de primeira e outras de segunda.»

    OUTRA: Concertação social: CDS com soluções O CDS foi muito claro, desde a primeira hora, na afirmação da sua forma de fazer política positiva. Condenamos a irresponsabilidade do Governo, que pôs em causa o acordo de concertação social, mas arregaçamos as mangas. Reunimos com todos os parceiros signatários do acordo e apresentámos desde logo alternativas para não deixar cair IPSS e empresas, sabendo que as mais afetadas são as micro e as pequenas. Nos próximos dias serão votadas na AR as nossas quatro propostas: compensação para as IPSS na contratualização com o Estado, redução do pagamento especial por conta, que afeta as empresas mais pequenas, redução da taxa do IRC, manutenção do regime atual de desconto de 0,75% da TSU. Esperamos que os diferentes partidos assumam a sua responsabilidade e que estas medidas possam ser aprovadas, ainda que com apoios diferentes para cada uma. Assim se verá quem está verdadeiramente focado em criar condições para a nossa economia crescer.

    Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/opiniao/colunistas/assuncao-cristas/detalhe/1600-casas-fechadas-por-falta-de-obras»

    ResponderEliminar
  44. IN JOGO-JANEIRO/2017

    MERCADO DE INVERNO: TRANSFERÊNCIAS DE JOGADORES ENTRE CLUBES

    «Mercado de transferências mexe com os três grandes de Portugal»

    AQUI:

    http://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/noticias/interior/mercado-de-transferencias-mexe-com-os-tres-grandes-de-portugal-5581947.html

    ResponderEliminar
  45. IN JOGO-JANEIRO/2017

    MERCADO DE INVERNO: TRANSFERÊNCIAS DE JOGADORES ENTRE CLUBES

    AQUI:

    http://www.maisfutebol.iol.pt/transferencias

    ResponderEliminar
  46. MAIS FUTEBOL-JANEIRO/2017

    MERCADO DE INVERNO: TRANSFERÊNCIAS DE JOGADORES ENTRE CLUBES

    AQUI:

    http://www.maisfutebol.iol.pt/transferencias

    ResponderEliminar