domingo, 15 de janeiro de 2017

(17)E PQ HOJE É DOMINGO: OBRIGADA MÁRIO SOARES PELO TEU LEGADO!

[Caros Bloguistas: E Porque Hoje É Domingo, queremos recordar a Figura de MÁRIO SOARES, não só por ser considerado por muitos como o Pai da Democracia Portuguesa (*), mas também pelo legado que nos deixou, que no entender do constitucionalista Jorge Miranda se "resume" a duas coisas: LIBERDADE e PAZ! Segundo ele, no último século Portugal teve momentos onde tinha paz mas não tinha liberdade e outros onde tinha liberdade mas não tinha paz; outros momentos ainda não tinha nenhuma das duas e "só quando Mário Soares foi eleito pela 1ª vez Primeiro Ministro é que desde então passamos a ter as duas" (cit.mem).
Pró recordar, escolhemos um texto de Mário Ramires, publicado no Sol, pois sem "endeusamentos" (tão criticados nas redes sociais) mostra-nos  "Quem Foi Mário Soares", e ficamos a perceber porque razão o Povo português lhe está tão grato! ProfAnónima]
Resultado de imagem para comemorações dos 25 anos do 25 de abril--------Resultado de imagem para imagens de mário soares
[PARTIU O HOMEM DE VIDA LONGA E CHEIA, TENDO FEITO MUITO PELO PORTUGAL QUE HOJE TEMOS: UM PAÍS COM UMA DEMOCRACIA EM CONSTRUÇÃO! AM]

«O nome do cravo

A morte de Mário Alberto Nobre Soares, aos 92 anos e ao 26.o dia após o internamento no Hospital da Cruz Vermelha, provocou, como se esperava, como ele merecia, fortes emoções um pouco por todo o mundo.

Com reações apaixonadas. Tanto no sentido da tristeza, da amizade, da gratidão, como no sentido oposto, crítico, condenatório, talvez até, nalguns casos, de ódio.

Não nos órgãos de comunicação social, de Portugal e do mundo, em que a sua morte é assinalada com o respeito que merece porque foi homem das liberdades, da tolerância, da democracia e do Estado de direito.

Sim, e sobretudo, nas redes sociais, onde as reações à sua morte originaram uma onda de posts e de comentários quase transformados num massivo e último ataque à sua memória. Porque somos livres.

Porque Mário Soares lutou toda a vida pela liberdade, pela liberdade de pensamento, pela liberdade de expressão, pelo direito à indignação. E lutou por um Portugal não amordaçado.

O coro de elogios à figura maior da história do Portugal contemporâneo, democrático e livre teve nas redes sociais uma correspondente reação quase odiosa de intolerância.

Porque Soares teve vitórias notáveis e derrotas humilhantes na história da sua longa vida, que foi sempre política. Como teve opções e decisões fraturantes. Defensáveis, umas; criticáveis, outras.

Não há líder que faça história sem gerar amores e ódios. Não há homem marcante de um século, de um povo, de um país que não conquiste amores e ódios. (*)

Soares não é nem nunca foi indiferente para ninguém.

Se o cravo, vermelho na flor e verde no pé, é o símbolo da Revolução de Abril, do triunfo da democracia, do pluralismo partidário, do Estado de direito democrático, do Portugal novo do final do século xx, Mário Soares é o nome do cravo.

Soares personificou um período marcante na história de Portugal, um virar de página, um outro futuro. Soares morreu. À entrada de uma nova era.» (In Sol, 8/1/2017)

+++
LIBERDADE-Sérgio Godinho

Só há liberdade a sério quando houver
A paz, o pão
habitação
saúde, educação
Só há liberdade a sério quando houver
Liberdade de mudar e decidir


OBRIGADA MÁRIO SOARES!

ASSINA: A MODERADORA PRINCIPAL: ProfAnónima

(*)A DEMOCRACIA FOI-NOS DADA EM BANDEJA DE PRATA MAS NÃO LUTEM POR ELA E VÃO VER NO QUE DÁ!...

2 comentários:

  1. DAQUI: http://sol.sapo.pt/artigo/541990

    Mário Ramires opiniao@newsplex.pt

    ResponderEliminar
  2. Dois Ditado Popular:

    «Só não erra quem nada faz!»

    «Olhemos prá floresta: não prá árvore!»

    ResponderEliminar