terça-feira, 24 de junho de 2014

(78)EDUCAÇÃO:(MAIS) ESCOLAS VÃO ENCERRAR!

[TRAZIDO DO DIÁRIO DE NOTÍCIAS] EDUCAÇÃO: (MAIS) ENCERRAMENTO DE ESCOLAS DO 1ºCICLO!(viseu fustigado....) «1.º CICLO Viseu é o distrito mais afetado pelo fecho de escolas por Ana Bela Ferreira O Ministério da Educação e Ciência divulgou esta tarde a lista de escolas do 1.º ciclo que vão encerrar e já não abrem em setembro. Viseu é o distrito mais afetado com 57 escolas que fecham. Antes de divulgar a lista, a tutela anunciou no sábado que o processo de encerramentos de escolas do 1.º ciclo com menos de 21 alunos estava concluído e que fechavam 311 estabelecimentos. A primeira lista, divulgada pelo DN, tinha 439 escolas. Depois de Viseu, que tem mais escolas com menos de 21 alunos a fechar portas, seguem-se os distritos de Aveiro (49) e do Porto (41) escolas. Do lado oposto da lista estão Lisboa e Bragança com apenas uma escola a fechar em setembro. Nos restantes distritos, Coimbra perde 24 escolas, Braga 17, Vila Real e Guarda 13, Santarém, Évora e Portalegre 12 e Castelo Branco 11. Abaixo dos 10 encerramentos está Beja (9), Setúbal (7) e Faro e Viana do Castelo (3).» ENVIADO POR:A.M.

5 comentários:

  1. Esta página Web não está disponível

    Menos
    A página Web em http://www.blogger.com/logout.g?d=http://www.blogger.com/logout-redirect.g?blogID%3D4420007063130429603 poderá estar temporariamente inactiva ou poderá ter sido movida permanentemente para um novo endereço Web.
    Código de erro: ERR_INVALID_ARGUMENT

    ResponderEliminar
  2. [TRAZIDO DO FB:CONTA DA TSF(23/6)]

    REACÇÕES AO ENCERRAMENTO DE ESCOLAS DO 1º CICLO

    Fecho de escolas em Cinfães obriga crianças a deslocar-se mais de dez quilómetros

    (Publicado ontem às 22:16)

    Manuel Pereira, presidente do agrupamento de escolas de Cinfães, diz que o fecho de nove escolas no seu concelho, irá obrigar as crianças a levantarem-se mais cedo e a chegarem mais tarde a casa.

    O presidente do agrupamento de escolas de Cinfães considerou que o encerramento de nove estabelecimentos obrigará algumas crianças a terem de se deslocar 10 a 15 quilómetros para ir para o novo centro escolar.

    Reagindo ao anúncio do fecho de 311 escolas, nova das quais no seu concelho, Manuel Pereira admite que isto até «é uma boa notícia porque passam a ter melhores condições de trabalho e mais colegas com quem brincar no recreio».

    «Mas é uma má notícia, porque as crianças que se levantavam às 8:30 passam a ter de se levantar às 7:00 para apanhar transporte», explicou.

    Em declarações à TSF, este responsável, que lembra que as crianças que estavam agora em casa às 17:00 poderão passar a chegar por volta das 18:30, entende que esta medida tem «prejuízos em termos sociais e de integração familiar».

    Manuel Pereira, que diz que esta decisão significa a «morte anunciada de muitas das localidades onde estas escolas vão ser encerradas», lembrou ainda que a acessibilidade das crianças ao transporte para a escola tem de ser assegurado.

    O presidente do agrupamento de escolas de Cinfães adiantou que quem assegurará o transporte deverá ser o município que é responsável pela construção da nova escola, mas disse não ter qualquer confirmação sobre isso.»

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  3. TRAZIDO DO BLOG ASAS DA MONTANHA:

    TERÇA-FEIRA, 24 DE JUNHO DE 2014

    Solução baseada apenas na “tirania dos números”
    O bispo do Porto considera que a decisão do Governo
    em fechar mais 311 escolas do primeiro ciclo no país
    é uma solução baseada apenas na “tirania dos números”
    e que revela a falta “de uma cultura de visão para o futuro”.

    (CONTINUA NO BLOG ASAS DA MONTANHA)

    ResponderEliminar
  4. RETIRADO DO TEXTO DO POST:

    (...)

    Antes de divulgar a lista, a tutela anunciou no sábado que o processo de encerramentos de escolas do 1.º ciclo com menos de 21 alunos estava concluído e que fechavam 311 estabelecimentos. A primeira lista, divulgada pelo DN, tinha 439 escolas. Depois de Viseu, que tem mais escolas com menos de 21 alunos a fechar portas, seguem-se os distritos de Aveiro (49) e do Porto (41) escolas.

    (...)

    ResponderEliminar