segunda-feira, 30 de junho de 2014

(92)PENSÕES: COMO VÃO SER "TAXADAS" AS PENSÕES, EM 2015?(politica nacional)

[TRAZIDO DO FB:CONTA DA TSF(27/6)] PENSÕES:EM 2015 COMO VÃO SER "TAXADAS" AS PENSÕES?!(politica nacional) MINISTRA DAS FINANÇAS GARANTE QUE A "TROCA" DA CES (contribuição extraordinária solidária)PELA CS (contribuição de sustentabilidade), É MAIS VANTAJOSA PRA TODOS OS PENSIONISTA! «Ministra das Finanças assegura que todos os pensionistas ficam melhor do que estavam A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, voltou hoje a assegurar no Parlamento que «todos os pensionistas ficam melhor do que estavam» com a introdução da Contribuição de Sustentabilidade, que sucede a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES). Perante as críticas dos partidos da oposição, que acusaram o Governo de falta de responsabilidade ao transformar em permanentes cortes temporários sobre o rendimento dos pensionistas, a governante sublinhou que, pelo contrário, é uma medida que garantirá a sustentabilidade do sistema de pensões. «O que estamos a falar é de uma medida de sustentabilidade e é verdade sim, não há possibilidade de o desmentir, que todos os pensionistas ficam melhor com esta Contribuição de Sustentabilidade do que estavam com a medida atualmente em vigor e continua a ser verdade que quase 90% dos pensionistas não é afetado pela medida», insistiu Maria Luís Albuquerque. Do lado do PS, o deputado Vieira da Silva lamentou que o Governo tente «mais uma alteração nas políticas sociais, sem acordo de concertação social». «Não estamos a discutir nenhuma política de reforma da Segurança Social, estamos a repetir políticas de mais do mesmo. Não e uma discussão séria», disse. A proposta de lei relativa à sustentabilidade do sistema de pensões tem como objetivo substituir a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) por outra medida de caráter duradouro, conforme estava previsto no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2014-2018, e que deverá entrar em vigor em janeiro de 2015. Assim, e se por um lado o Governo elimina a CES, por outro cria a Contribuição de Sustentabilidade e agrava as contribuições para a Segurança Social em 0,2 pontos percentuais, para os 11,2% e sobe a taxa máxima do IVA para 23,25%. Caso as novas medidas entrem em vigor a 01 de janeiro de 2015, o Governo estabelece que os pensionistas que recebam até 1.000 euros fiquem isentos da Contribuição de Sustentabilidade. Já sobre a totalidade das pensões entre os 1.000 euros e os 2.000 euros, será aplicada uma redução de 2%. Atualmente, a CES prevê uma taxa de 3,5% sobre a totalidade das pensões a partir dos 1.000 euros e até aos 1.800 euros, valor a partir do qual a taxa aumenta gradualmente. O corte de 2% que o Governo agora prevê será aplicado também a pensões superiores a 2.000 euros, sendo de 5,5% para as pensões a partir desse montante e até 3.500 euros. Às pensões superiores a 3.500 euros serão aplicadas contribuições de 15% sobre o montante que exceda 11 vezes o valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS), mas que não ultrapasse 17 vezes aquele valor, e 40% sobre o montante que ultrapasse 17 vezes o valor do IAS (419,22 euros). Esta contribuição incidirá de igual forma sobre as pensões do Regime Geral da Segurança Social e da Caixa Geral de Aposentações (CGA). Caso passe pela votação na generalidade ao final da manhã, a Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública irá apreciar a sustentabilidade do sistema de pensões na especialidade ao início da tarde.Artigo Parcial Relacionados Duodécimos de subsídio de Natal com cortes até maio é «solução legal» Publicado ontem às 11:38 Oposição exige pagamento do subsídio de Natal sem «subterfúgios» Publicado ontem às 10:45» (ENVIADO POR:A.M.)

11 comentários:

  1. Respostas
    1. «Ministra das Finanças assegura que todos os pensionistas ficam melhor do que estavam A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, voltou hoje a assegurar no Parlamento que «todos os pensionistas ficam melhor do que estavam» com a introdução da Contribuição de Sustentabilidade, que sucede a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES).»

      Eliminar
    2. ««O que estamos a falar é de uma medida de sustentabilidade e é verdade sim, não há possibilidade de o desmentir, que todos os pensionistas ficam melhor com esta Contribuição de Sustentabilidade do que estavam com a medida atualmente em vigor e continua a ser verdade que quase 90% dos pensionistas não é afetado pela medida», insistiu Maria Luís Albuquerque.»

      Eliminar
    3. « Caso as novas medidas entrem em vigor a 01 de janeiro de 2015, o Governo estabelece que os pensionistas que recebam até 1.000 euros fiquem isentos da Contribuição de Sustentabilidade. Já sobre a totalidade das pensões entre os 1.000 euros e os 2.000 euros, será aplicada uma redução de 2%. » (continuam os exemplos)

      Eliminar
    4. «A proposta de lei relativa à sustentabilidade do sistema de pensões tem como objetivo substituir a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) por outra medida de caráter duradouro, conforme estava previsto no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2014-2018, e que deverá entrar em vigor em janeiro de 2015»

      Eliminar
  2. Artigo Parcial Relacionados

    #Duodécimos de subsídio de Natal com cortes até maio é «solução legal» Publicado ontem às 11:38

    #Oposição exige pagamento do subsídio de Natal sem «subterfúgios» Publicado ontem às 10:45»

    (ENVIADO POR:A.M.)

    ResponderEliminar
  3. ALTERAR O TÍTULO:

    -EM VEZ DE:«PENSÕES EM 2015: COMO VÃO SER "TAXADAS" AS PENSÕES!(politica nacional)»

    -COLOCAR:«PENSÕES:COMO VÃO "TAXADAS" AS PENSÕES EM 2015?!

    A MODERADORA PRINCIPAL:ProfAnónima

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. INFORMAÇÃO:

      VAMOS TENTAR RECOLHER REACÇÕES DOS OUTROS PARTIDOS POLITICOS SOBRE ESTA TROCA DA CES PELA CS!

      Eliminar
  5. UMA PERGUNTA:

    Acabamos de verificar que o poste 51 (sr presidente da câmara recua, mas avança...), divulgado a 23 de Junho de 2013, voltou a ser MUITO procurado.

    Perguntamos: alguém nos sabe dar uma explicação plausível prá situação?!

    Ao primeiro a acertar "oferecemos" um lugarzinho no (futuro) mercadinho Municipal de Tarouca!(*)

    ProfAnónima

    (*)Nestes concursos TAROUCAndo, primeiro oferecíamos viagens no teleférico; agora vão ser "lugares" no mercadinho local! (e vá-se lá saber porquê...)

    ResponderEliminar