sábado, 31 de maio de 2014

(110)POLITICA NACIONAL: A DISPUTA DA LIDERANÇA NO PS!



[TRAZIDO DO FB:CONTA DA TSF]

DISPUTA DA LIDERANÇA NO PARTIDO SOCIALISTA!


PS: «Habituem-se porque isto mudou», diz António José Seguro (publicados às 16 horas)

O secretário-geral do PS advertiu hoje os militantes socialistas para se habituarem "porque isto mudou", depois de o presidente da câmara de Lisboa António Costa ter colocado a hipótese de se candidatar à liderança do partido.

«A minha consciência diz-me que tenho de continuar a lutar pelos valores e pelos princípios e habituem-se porque isto mudou», disse António José Seguro, rematando assim a conversa com os jornalistas, à saída para almoço da reunião da comissão política do PS, que decorre em Porto Novo, concelho de Torres Vedras.

O secretário-geral propôs eleições primárias, tal como aconteceu em França recentemente, e vai reunir esta semana a Comissão Política para iniciar o processo de revisão dos estatutos nesse sentido, enquanto o presidente da câmara de Lisboa, António Costa propôs incluir nessa reunião a discussão da possibilidade de haver um congresso extraordinário, mas foi recusado.

«Este é um momento histórico para o PS e para a democracia portuguesa. É uma inovação na democracia portuguesa e corresponde a uma leitura que eu retive das eleições europeias, a de que há muitos portugueses descontentes e descrentes com o sistema político e com o sistema partidário», disse.



'

14 comentários:

  1. Sobre este assunto era importante saber:

    -a posição da concelhia de Tarouca, saber quem apoia;

    -tentar perceber se esta pressa toda em trocar de líder se deve à forma eufórica como comemorou uma curta vitória ou se o PS pretende guinar de vez à esquerda.

    Assina: TNA (Também Não Assino)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. INFORMAÇÃO

      O Dr José Seguro usou o Facebook pra explicar aos militantes socialista as razões pelas quais não se demite. Por lá pudemos ver reacções de muitos ilustres e anónimos, mas de Tarouca e redondezas não se vê nada.

      ProfAnónima

      Facebook: «Sou o líder legítimo e não me demito», diz António José Seguro (Publicado hoje às 14:03)

      Eliminar
  2. REACÇÕES DOS ILUSTRES E MENOS ILUSTRES À SITUAÇÃO DA DISPUTA DA LIDERANÇA PELO PS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engº José Socrates:

      José Sócrates apoia António Costa

      Convidado do programa Bloco Central na TSF, José Sócrates afirma que «a questão da liderança está colocada em cima da mesa» e deve ser resolvida e clarificada com a marcação de um congresso extraordinário, de acordo com a «a cultura política de um partido onde a intendência sempre seguiu atrás da política».

      (pode ler o testo todo nos diversos de maio:post 1)

      Eliminar
    2. Prof. Santos Silva:

      Apoiarei António Costa como candidato a primeiro-ministro DR

      “Apoiarei qualquer solução que permita que António Costa seja candidato às legislativas”. No seu comentário semanal na TVI 24, Augusto Santos Silva tornou público o seu apoio ao autarca de Lisboa nas eleições de 2015.

      “Costa tem uma capacidade de alargamento do impacto da mensagem do PS que mais ninguém tem”, destaca, frisando que, “parte importante do eleitorado socialista não se reconhece nesta liderança do PS”.

      (pode ler o resto todo nos diversos de maio:post 1)

      Eliminar
    3. Dr José Seguro:

      Seguro admite que há um problema no partido e que não ignora esse problema. Por essa razão, o secretário geral do PS propõe como alternativa a realização de eleições primárias no partido

      O secretário geral do PS acrescenta ainda que esta é a prova de que o líder socialista não está a tentar permanecer na liderança à custa dos estatutos do partido

      (pode ler o resto todo nos diversos de maio:post 1)

      Eliminar
    4. Dr António Costa:

      No final da reunião deste sábado da Comissão Nacional do PS, o presidente da câmara de Lisboa disse ainda que a realização de primárias não são uma boa solução para os socialistas.


      António Costa não vê com bons olhos solução bicéfala e primárias no PS

      (pode ler o artigo completa lá abaixo)

      Eliminar
  3. [TREAZIDO DO NOTÍCIAS AO MINUTO]

    Crise Seguro diz que Socialistas têm líder legitimado

    O secretário-geral do PS, António José Seguro, afirmou hoje que o seu partido tem órgãos próprios de decisão e tem um líder "legitimado" e que é "candidato a primeiro-ministro" nas próximas eleições legislativas.


    21:21 - 30 de Maio de 2014 | Por Lusa

    António José Seguro falava em conferência de imprensa na sequência do chumbo pelo Tribunal Constitucional a três normas do Orçamento para 2014, depois de questionado por uma jornalista sobre a atual situação interna no PS.

    (CONT.)

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  4. IDEM

    PS Seguro entra em ação e marca diretas

    António José Seguro não teve tempo de festejar a vitória nas eleições europeias. O anúncio de candidatura de António Costa abalou o partido e o atual líder socialista viu-se obrigado a agir, mas só depois de um longo silêncio. De acordo com as edições deste sábado do semanário Expresso e do jornal Público, Seguro irá anunciar durante o Congresso Nacional do PS a convocação de eleições diretas e ainda um sufrágio para as federações distritais. E que comece o duelo.

    (CONT.)

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  5. [TRAZIDO DA TSF]

    PS: António Costa mantém-se na corrida à liderança com primárias ou congresso (Publicado hoje às 14:42)

    O dirigente socialista António Costa afirmou hoje que mantém a sua candidatura à liderança do PS, independentemente de o processo de escolha ser por congresso extraordinário ou por eleições primárias abertas a simpatizantes.

    António Costa assumiu esta posição no intervalo para almoço da Comissão Nacional do PS, que decorre em Torres Vedras, após ter sido recusada a admissibilidade à discussão da sua proposta para a realização de eleições diretas para o cargo de secretário-geral e para a marcação de um congresso extraordinário.

    Nas declarações que fez aos jornalistas, o presidente da Câmara de Lisboa disse que está a recolher assinaturas para convocar uma Comissão Nacional do PS extraordinária, tendo como ponto único da ordem de trabalhos a marcação de eleições diretas e de um congresso.
    «Independentemente de haver eleições primárias ou congresso extraordinário, mantenho a minha disponibilidade para liderar o PS», disse, embora também tenha acentuado a ideia de que recusa uma liderança bicéfala.

    Ou seja, António Costa não aceita que as eleições primárias sejam só para a escolha do candidato socialista a primeiro-ministro, abrindo a possibilidade de haver um outro dirigente no cargo de secretário-geral do partido

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  6. [RAZIDO DA TSF]

    «Sou candidato a primeiro-ministro e espero sê-lo nas primárias», frisa Seguro (Publicado hoje às 19:15)

    No final da reunião da Comissão Nacional do PS, o líder socialista disse que não encontra razões para se demitir e por isso rejeita a ideia de eleições diretas no partido.

    António José Seguro insistiu na ideia de que não há necessidade de levar a votos o cargo de secretário-geral do PS, até porque foi «eleito democraticamente por mais de 90 por cento dos militantes».

    No final da reunião deste sábado da Comissão Nacional do PS, o líder socialista lembrou ainda que «sou o candidato a primeiro-ministro e espero sê-lo também quando se realizarem estas primárias».

    Ao rejeitar a realização de eleições diretas no partido, tal como pretende António Costa, Seguro explicou que para que tal aconteça teria de se demitir do cargo de secretário-geral do partido.

    «Não encontro nenhuma razão para me demitir, porque ganhei as eleições europeias e autárquicas», sublinhou o líder socialista.

    Ao recordar que o «país vive um momento muito exigente», António José Seguro frisou ainda que a «responsabilidade de um líder de um grande partido, como o PS, é oferecer soluções e não problemas».

    «Não tenho vocação para atirar a toalha ao chão, pelo contrário, de lutar por ideias, projetos e propostas», concluiu. Artigo Parcial

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  7. IDEM

    António Costa rejeita solução bicéfala para liderança socialista

    Publicado hoje às 18:38
    No final da reunião deste sábado da Comissão Nacional do PS, o presidente da câmara de Lisboa disse ainda que a realização de primárias não são uma boa solução para os socialistas.


    António Costa não vê com bons olhos solução bicéfala e primárias no PS

    O presidente da câmara de Lisboa rejeitou uma solução bicéfela para a liderança do PS, considerando que «não é uma boa solução para um partido que tem ambição de Governo».

    No final da reunião deste sábado da Comissão Nacional do PS, que está a decorrer perto de Torres Vedras, António Costa admitiu que este tipo de solução até pode sido boa para o Bloco de Esquerda, mas «isso é um problema deles».

    O autarca de Lisboa defendeu também que as primárias não são uma boa solução para os socialistas, já que não compreende que «quem ganhe as primárias seja primeiro-ministro e quem perde continua como secretário-geral do PS ou vice-versa».

    António Costa sublinhou ainda que não desiste da liderança do partido qualquer quer a decisão do partido vá no sentido de um congresso, de diretas ou de primárias.

    «O PS tem de ter uma decisão clara perante os portugueses e não podemos estar aqui nem com lideranças bicéfalas nem com um líder do partido fragilizado que perdeu eleições primárias, nem um candidato a primeiro-ministro que não tem o apoio do partido», resumiu.

    Ler Artigo Completo (Pág.1/2) Página seguinte

    (ENVIADO POR:PA/DI)

    ResponderEliminar
  8. MAIS:

    Facebook: «Sou o líder legítimo e não me demito», diz António José Seguro (Publicado hoje às 14:03)

    O secretário-geral do PS, António José Seguro, escreveu hoje, na sua página da rede social Facebook, que é o líder legítimo do seu partido, razão pela qual não se demite do cargo.

    «Face à situação provocada na última semana dentro PS, não quero que restem dúvidas: sou o líder legítimo do PS e não me demito», frisou o líder socialista, numa nota que resume o teor da intervenção que proferiu perante a Comissão Nacional do PS, que decorre em Vimeiro, Torres Vedras.
    António José Seguro apresentou também uma explicação para a sua proposta de realização de eleições primárias abertas a simpatizantes para a escolha do candidato socialista a primeiro-ministro.

    «Não fujo de desafios e por isso proponho que o processo de escolha do candidato do PS a primeiro-ministro seja feito através de eleição direta, aberta a militantes e a simpatizantes do PS», escreveu António José Seguro.

    No mesmo texto, o líder socialista referiu ainda que «o PS vai apresentar um projeto de reforma da lei eleitoral para redução do número de deputados, reforço do regime de incompatibilidades dos deputados e possibilidade de escolha dos deputados dentro de um partido».

    ResponderEliminar
  9. [TRAZIDO DO DN]

    ENTREVISTA À TVI

    Seguro diz que é altura de se defender após campanha contra si nos últimos 3 anos

    por LusaHoje

    O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António José Seguro, disse hoje que tem sido alvo de uma campanha nos últimos três anos, razão pela qual sente que chegou a altura de se defender.

    Em entrevista ao canal de televisão TVI, António José Seguro defendeu que na "política não vale tudo" e justificou ter estado em silêncio durante a última semana por causa do seu dever para com a comissão nacional do PS, depois do presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, ter manifestado disponibilidade para assumir a liderança do partido.

    "Sinto que chegou a altura de me defender porque houve uma campanha ao longo destes três anos em todo o espaço mediático para me fragilizar, a começar pelos analistas, a maior parte deles de direita", acusou o secretário-geral socialista.

    Nesse sentido, deixou a garantia que quebrou o silêncio com o objetivo de estar "em todos os lugares" a defender as suas propostas, as ideias do PS e "esta forma diferente de fazer política".

    SV // VC

    ResponderEliminar